ColunistasPais e Filhos

Ansiedade infantil no retorno às aulas:

Ansiedade Infantil no retorno às aulas

Ansiedade Infantil no retorno às aulas



Quem de nós, nunca sentiu certo incômodo quando crianças com a expectativa do inesperado no retorno às aulas? Muitas crianças irão para uma nova escola, outras continuarão no mesmo colégio. Muitos são os motivos que geram preocupação, a receptividade da nova professora, a expectativa com os colegas da turma, a insegurança com os supostos conteúdos da aula…

Assim como nós adultos, nossos filhos também podem sentir ansiedade em momentos inoportunos, influenciando no seu desempenho cognitivo (pensamentos, memórias…) e social (na sua relação com o meio externo), afetando diretamente nos resultados escolares.

No transcorrer do desenvolvimento, passamos por distintas fases de mudança que tornam imprescindível aprender a lidar com novas questões sociais, cada vez mais complicadas. Não por acaso o alcance de desenvolturas sociais torna-se tão importante durante a infância, com o início da criança em novos contextos, sobretudo o escolar. As experiências ansiosas fazem parte da vida de toda pessoa, o que difere é a forma como lidamos com essas situações. Desenvolver em seu filho habilidades para lidar com as emoções é tão rico para a vida quanto o ensino formal (adquirido na escola).


Um dos princípios para o desenvolvimento da Inteligência Emocional é a Empatia, a capacidade de se colocar no lugar e sentir como o outro. Para que você se torne um promotor da empatia na educação de seus filhos, primeiro precisará colocá-la em prática em sua rotina diária.

Aja com empatia!

Evite criticar ou menosprezar a queixa do seu filho.

Exemplo: Deixa de ser bobo você já estuda há tanto tempo! Você não tem motivo para estar nervoso, eu vou para o trabalho todo dia e não reclamo…


Abrace a fala e a emoção do seu filho, se colocando no lugar da criança na situação. Compreenda os seus motivos, deixe com que ela se expresse e respeite a intensidade dos seus sentimentos. O acolhimento da emoção abrirá caminhos para que ela com o seu apoio veja possibilidades de resolução para o problema.

Exemplo: Eu sei o quanto você deve estar se sentindo ansioso com essa situação, quando eu tinha a sua idade também passei por isso, eu estou do seu lado para lhe ajudar… Só poderemos descobrir o que vai acontecer se você for à aula! O que de ruim poderá lhe acontecer? Você acha que poderá ter momentos bons também? Que tal fazermos uma lista deles?

_________

Direitos autorais da imagem de capa: highwaystarz / 123RF Imagens


Sono ruim? mude 3 comportamentos, faça 3 exercícios e durma como um anjo!

Artigo Anterior

É preciso buscar coisas que tragam paz ao coração e harmonia para vida…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.