publicidade

A ansiedade pode nos ajudar a sermos mais fortes

Conhecemos a ansiedade como o oposto da serenidade, da calma. Por isso, é uma condição que tentamos evitar. Ninguém gosta de se sentir ansioso.

A ansiedade desperta sentimentos de medo, angústia e apreensão. Com o tempo, esses sentimentos podem tomar conta de nossas vidas, impedindo-nos de viver com autenticidade e gratidão, aproveitando todas as oportunidades que nos são apresentadas.



Quando não existem sentimentos positivos em nossas vidas, ficamos presos em um ciclo de negatividade, e é exatamente por esse motivo que é comum as pessoas pensarem que a luta contra a ansiedade deve ser constante.

A ansiedade em nossas vidas

A ansiedade costuma aparecer em nossas vidas de surpresa, sem hora marcada e nem aviso prévio. Pegos de surpresa, nós nos sentimos perdidos, desconfortáveis e passamos a odiar conviver com essa condição que nos limita e afeta diretamente nossa qualidade de vida. Sentimos que a ansiedade tirou de nós toda a nossa essência, a pessoa que costumávamos ser.

Aqueles de nós que convivem com a ansiedade por um grande período podem sentir que perderam sua identidade, que a ansiedade ocupa cada pequena parte de seus corpos, que se tornaram um produto da mistura de sua essência com esse sentimento que as invade.

No entanto, gostaríamos de passar uma visão mais “positiva” sobre a ansiedade. Longe de romantizarmos uma condição tão séria e que atinge um grande número de pessoas, gostaríamos de dizer que você é muito mais do que a sua ansiedade. Você tem o poder e a capacidade de ser e fazer grandes coisas nesse mundo, mesmo em meio à ansiedade. Você pode administrar seus sentimentos e pensamentos de uma forma que lhe permita fortalecer sua personalidade, sua motivação.



Como podemos nos tornar mais resilientes

Claro, não é simples e rápido eliminar a ansiedade de nossas vidas. Ela é uma parte de quem somos, está abrigada em nossos interiores. Todos somos diferentes e cada caso é um caso, mas é possível lidar com sua ansiedade e aprender a utilizá-la em sua vantagem.

Existem muitos exemplos que provam que mesmo que não pareça, somos mais fortes. As pessoas corajosas e fortes, que mesmo com um profundo medo e insegurança conseguem fazer um discurso para centenas, milhares de pessoas; aqueles de nós, que mesmo convivendo com pessimismo e baixa autoestima, conseguem sair de suas casas todos os dias e enfrentar o mundo com um sorriso; aqueles que fazem questão de ouvir suas emoções, mesmo sabendo que nem sempre é fácil.


Essas pessoas são iluminadas. Mesmo que não saibam disso, com certeza, elas fazem um incrível trabalho interno para melhorarem e se tornarem mais conscientes de si mesmas, e não deixarem suas fraquezas serem maiores do que sua força de vontade. Elas usam sua condição de ansiedade como um trampolim para um crescimento e evolução pessoal e espiritual, construindo resiliência e sabedoria.


Esteja sempre ciente de tudo o que já conquistou

O grande inimigo das pessoas que sofrem de ansiedade é o seu passado. Por isso, é muito importante que consigam olhar para trás em suas vidas com entendimento, sinceridade, sem se prenderem a culpas, remorso ou ressentimentos. Dessa maneira, conseguirão identificar melhor tudo aquilo que já conquistaram até hoje e se sentirão abençoadas e mais capazes de seguir em frente.

A certeza de que são fortes e de que sempre encontrarão forças para superar as dificuldades da vida é um grande aliado para enfrentar seus medos e ansiedades.

Ressaltamos novamente que o objetivo deste artigo não é romantizar a ansiedade e nem “ditar” um caminho certo para as pessoas que sofrem dessa condição seguirem. Nossa intenção é oferecer um ponto de vista voltado para o poder pessoal e a fé de que, mesmo em momentos difíceis, podemos ser vencedores. Nós somos capazes!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: dolgachov / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.