Comportamento

Anúncio-surpresa de padrasto leva menina de 10 anos às lágrimas

Capa Anuncio surpresa de padrasto leva menina de 10 anos as lagrimas
Comente!

Depois de cinco anos de namoro com a mãe da garotinha, ele decidiu adotá-la formalmente.

Myke Rousell começou a namorar Sarah quando sua filha tinha apenas 5 anos. O casal tem, cada um, dois filhos de relacionamentos anteriores, e todos rapidamente se adaptaram à vida como uma família unida.

A filha de Sarah, Camryn, e Myke logo se deram bem. Como padrasto, ele nunca perdeu um jogo, recital ou grande momento da vida da criança.

Para o canal de notícias norte-americano Good Morning America, o homem disse, em entrevista, que desde o início do relacionamento, como ele e Sarah já tinham filhos, ele buscou se dar bem ao máximo com as crianças. A sintonia com Camryn foi praticamente imediata, ele se lembra, logo se tornaram unha e carne, tinham muito em comum.

Quando Camryn tinha 7 anos, ela perguntou a Myke se poderia começar a usar o sobrenome dele quando assinasse algo, como se fosse seu. O homem aceitou na hora e desde então ela usa “Rousell” em praticamente todos os lugares, a família se recorda. A única exceção é na escola, onde é exigido usar seu sobrenome legal.

2 Anuncio surpresa de padrasto leva menina de 10 anos as lagrimas

Direitos autorais: Reprodução YouTube / Good Morning America

Movidos pelo gesto da menina, os pais começaram a considerar a mudança de sobrenome de Camryn para o de Myke oficialmente. Sarah concordou que Myke deveria iniciar o processo de adoção oficial de Camryn. Demorou três anos, mas em junho de 2021, a família estava pronta para compartilhar as boas-novas com Camryn, com 10 anos, à época. E que melhor lugar para compartilhar a notícia do que na escola, onde Camryn queria tanto ser uma “Rousell”?

Myke e Sarah então apareceram na escola de Camryn carregando cartazes anunciando que ela era oficialmente uma Rousell, seu sobrenome agora combinava com o do padrasto que tanto amava e que sempre esteve lá por ela.

3 Anuncio surpresa de padrasto leva menina de 10 anos as lagrimas

Direitos autorais: Reprodução YouTube / Good Morning America

Camryn viu os cartazes enquanto caminhava pelo corredor, seu rosto era a imagem de pura empolgação e alegria. Assim que Myke a ergueu nos braços, ela caiu em lágrimas de felicidade — e não foi a única!

O padrasto confessou que ao ver o rosto da menina, foi tocado pela emoção. Ela estava desabando em lágrimas de incredulidade e alegria e, ao vê-la assim, ele também caiu em lágrimas, muito feliz com a decisão de a adotar formalmente.

Eles já eram uma família, e agora ninguém mais poderia duvidar ou questionar isto!

Myke explicou ainda que, para ele, adotar Camryn era uma forma de cumprir suas promessas a ela. Ele jurou que sempre estaria lá para a menina, para ajudá-la com o que fosse preciso, que a amaria incondicionalmente e não estava em sua vida por acidente.

Myke também compartilhou com a reportagem algumas palavras que gostaria que todos os seus colegas padrastos ouvissem sobre a importância que têm na vida das crianças e jovens que são filhos de seus parceiros ou parceiras.

Ele disse que entende que, às vezes, pode ser que um padrasto se encontre numa situação familiar da criança, como um jogo de futebol, uma apresentação de dança, e se sinta “sobrando”, visto que não tem laço sanguíneo com a criança. Mas Myke ressaltou: é de extrema importância que o padrasto apareça para dar apoio à família mesmo assim, pois são essas atitudes que fazem a diferença não só na vida da criança, mas de todos conectados a ela. E quanto mais pessoas estiverem cuidando de nossas crianças, melhor!

A história de Myke e Camryn prova que parte da nossa família nós é que escolhemos, e é tão importante quanto a consanguinidade. A adoção foi apenas para formalizar uma família que já existia!

Comente!

Mãe é presa por abandono após incêndio matar criança cadeirante que estava sozinha em casa

Artigo Anterior

Uma mulher adota uma bebê recém-nascida e descobre que é irmã biológica de seu outro filho adotivo

Próximo artigo