Comportamento

Filha de cobrador de ônibus e diarista é aprovada em Medicina: “Sempre incentivaram”

Graças ao próprio esforço e à dedicação dos pais, a jovem iniciará novo período de sua vida. Confira!



Para muitas pessoas, as grandes oportunidades vêm através de muito esforço e dedicação. Esse é o caso de Monaliza Ávila, uma jovem de 21 anos, de Paulínia (SP) que, recentemente, foi aprovada no curso que sempre desejou: Medicina, pela Unicamp.

Monaliza é filha de uma diarista e um cobrador de ônibus. Ela nunca teve condição financeira privilegiada, mas compensou isso com muito estudo e força de vontade. Segundo contado pelo G1, a jovem estudou a vida inteira em escolas públicas, conciliando um curso técnico com o ensino médio, além de formação em informática.

Seu interesse por medicina aconteceu depois de uma visita ao campus da Unicamp, por influência de uma de suas professoras. Monaliza contou que, conforme aprendia mais sobre medicina, percebia que se sentiria realizada na profissão e poderia aprender mais sobre o ser humano e aplicar seus conhecimentos na sociedade.


Então, em 2016, assim que concluiu o ensino médio, a jovem conseguiu uma bolsa de estudo para um cursinho pré-vestibular para Medicina.

Esse não foi um período fácil, e Monaliza precisou investir tudo de si. Ela conta que estudava das 7h às 21h, de segunda a sexta-feiras, nas manhãs de sábado e nos fins de semana, participando de exames simulados.

Direitos autorais: arquivo pessoal.

Os frutos de sua dedicação vieram no tempo certo. Entre 2019 e 2020, a jovem foi aprovada em cinco vestibulares: Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e Universidade Estadual do Piauí (UESPI). No entanto, Monaliza não estava satisfeita, ela queria entrar na Unicamp, e continuou a se esforçar.


Em 2021, disputou outros dois vestibulares, a fim de controlar a ansiedade para a prova da Unicamp, pela última vez.

Ela disputou as 110 vagas disponíveis com outros 33.918 e foi aprovada em quinto lugar, uma conquista muito merecida, e está ainda mais perto de se tornar médica.

Em sua trajetória, que nunca foi fácil, Monaliza sempre teve uma certeza: poderia contar com seus pais em todos os momentos, e é profundamente grata por esse apoio incondicional.

Direitos autorais: arquivo pessoal.


Segundo ela, os pais nem chegaram a concluir o ensino fundamental, mas sempre souberam a importância dos estudos, e incentivaram a ela e ao irmão, que é formado em ciências da computação.

Um grande exemplo! Que Monaliza seja muito feliz e bem-sucedida em sua carreira profissional!

Compartilhe o texto em suas redes sociais!


Edson, da dupla com Hudson, é internado com coronavírus depois de piora no seu estado de saúde

Artigo Anterior

Idosa que se formou em Direito e atuou no primeiro júri aos 97 anos, morre aos 103

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.