2min. de leitura

AOS CORAÇÕES CONFUSOS…

Eu sei que seu coração diz uma coisa e sua mente outra.


Sei também que todas as vezes que você fugiu foi por não saber lidar com a presença dela, com o jeito que ela te olhava e com as coisas que ela lhe dizia.

Mas ela não entende suas inconstâncias. Não sabe que mexe tanto com você e por isso não aceita seu silêncio.

Ela acostumou-se a ser transparente e você é um enigma.


Ela pensou estar ao seu lado, mas você fez tudo para afastá-la.

Ela sofre, mas você sofre mais. Olhe para você.

Você não sabe conviver com os castelos que lhe foram prometidos, e prefere se refugiar nos destroços.


Quando a felicidade lhe alcança, você fecha a porta.

Ela lhe quis muito, mas agora se cansou.

Pode ser que algum dia vocês se encontrem e com mais maturidade você diga o que sentiu.

Que fugir não era uma escolha, e sim uma forma de sobreviver.

E que você a amou muito, mas precisou partir para não morrer…





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.