ColunistasComportamento

Aos meus amigos: eu não sou mais o mesmo, as pessoas mudam!

aos meus amigos

Sempre que meus amigos de longa data me encontram nos becos da vida, eles me perguntam: “Poxa, cara, anda sumido por quê? Você não era assim…”



Como sempre, tento ser o mais simpático possível em minhas respostas com aqueles que quero bem e gosto. Porém, nem sempre as pessoas entendem que mudei.

Aquele cara de alguns anos atrás, ele não existe mais! Aliás, existe, só que com uma forma diferente de enxergar o mundo, as pessoas, a vida. Não quer dizer que, “evolui” como ser humano nesta mudança que ocorreu e que ocorre em mim, só quer dizer que estou diferente, simples assim.

Não é questão de “perder minha essência”, dar menos valor aos amigos e familiares, ou algo do tipo. É apenas uma forma diferente de organizar tudo isso dentro da minha vida (trabalho, estudos, vida amorosa e social) conforme as coisas acontecem no dia a dia.


Na vida, tomamos algumas decisões que são cruciais para estarmos onde estamos agora. Às vezes, nem tudo sai como planejado, e tudo aquilo que você imaginava para sua vida, toma um rumo totalmente diferente.

Esta é a parte incrível, tudo são possibilidades e nada é certo. A partir de minhas atitudes, meus pensamentos e minhas experiências, acabei me tornando alguém que eu não era há três meses atrás, ou há dois anos atrás. Muito menos há dez.

O mundo nos transforma e, à medida em que ele vai nos transformando, sentimos na pele os prazeres e as dores de sermos quem somos.

Diria que, todos nós mudamos, só que alguns mudam mais e outros menos, a partir das experiências em suas vidas.


Conheci muita gente com opiniões, gostos, preferências e pensamentos muito diferentes dos meus. Isso fez com que questionasse muito a mim mesmo sobre os dogmas, que tinha como mantra de vida. Pude perceber que a vida não se limitava somente aquilo que pensava e achava ser a verdade absoluta das coisas. Claro que, isso resultou em muitos conflitos internos (eu comigo mesmo, sabe?), e cada fim de briga que tinha/tenho comigo, consigo entender o valor que isso me traz, no ser humano que estou me transformando, e a empatia que isso me gera para com o próximo.

Amigos, eu entendo vocês. Não temos há um bom tempo aquela conversa de bar, aquela festa que lembramos por meses, ou aquele vídeo game despretensioso no domingo de chuva. 

Mas preciso que vocês também me entendam, pois apesar da distância, o meu amor por vocês jamais será diferente, porque o que fica realmente em uma amizade é o poder do amor e da cumplicidade que se tem.

Desejo toda sorte do mundo a vocês! E quando nos encontrarmos, tenham certeza de que estarei lá, de coração, e não porque sou obrigado.


Gratidão por existirem e serem minha base, o velho/novo/diferente amigo de vocês estará sempre aqui!


Direitos autorais da imagem de capa: Adam Birkett on Unsplash


Qualquer situação ensina, seja ela boa ou ruim, tem sempre alguma mensagem para nos passar

Artigo Anterior

Influenciando pessoas

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.