Pessoas inspiradoras

Ex-faxineiro que teve faculdade paga por juízes se forma em Direito: “Gratidão imensa”

Movidos pela dedicação do faxineiro, os juízes decidiram bancar o curso para que ele pudesse ter uma profissão. Incrível!



Samuel Santos da Silva teve uma grande virada em sua história de vida graças à grande ajuda de alguns juízes de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG).

De acordo com o G1, o homem, que é de São Paulo, mudou-se para Belo Horizonte com sua mãe biológica, quando criança, e teve uma infância bastante difícil. Ao chegar à capital mineira, ele se perdeu, chegando a viver na rua e passar fome.

Depois de um tempo, reencontrou sua mãe e foi com ela viver na casa de seus padrinhos de casamento. Percebendo que a mãe de Samuel sofria de problemas mentais, eles decidiram se responsabilizar por sua criação. Logo a mulher desapareceu.


Um processo de adoção foi iniciado, mas como os seus parentes, que viviam em São Paulo, não quiseram assumir a responsabilidade, Samuel ficou vivendo com a família, que o acolheu em Contagem.

O casal responsável pelo menino é formado por um marceneiro e uma faxineira, e já tinha 11 filhos. Na nova vida, o estudo foi uma prioridade para Samuel, que tinha o sonho de estudar Direito.

Direitos autorais: reprodução G1/arquivo pessoal.

Após algum tempo estudando introdução ao estudo do Direito, Filosofia e Sociologia na PUC Minas, ele conseguiu um emprego de faxineiro no Fórum de Contagem, que o aproximou ainda mais de seu objetivo.


Na entrevista ao G1, Samuel disse que pensava que um dia trabalharia no fórum, “nem que seja pela vassoura”. E seu objetivo se concretizou, embora tenha vindo após um grande desapontamento.

Logo após o primeiro período do curso, ele precisou trancar a faculdade, já que não tinha mais condições de pagar a mensalidade, que ultrapassava mil reais. Felizmente, ele conheceu alguns juízes no fórum da cidade, que o ajudaram muito.

Depois de participar de uma conversa informal sobre Direito, com o juiz Wagner Cavalieri, da Vara de Execuções Criminais, ele recebeu a notícia de que alguns magistrados se uniram para bancar a faculdade, sabendo que ele tinha um grande interesse pela área.

Cinco anos depois, Samuel conseguiu se formar, e agora vê o seu grande sonho se tornar realidade. O homem, que já vendeu picolé, trabalhou como auxiliar administrativo e servente de pedreiro, disse que sente bastante orgulho e gratidão por aqueles que o ajudaram a estudar.


Ele também já realizou uma pós-graduação na Universidade de São Paulo (USP) e atualmente trabalha como estagiário na Procuradoria-Geral de Contagem. Sua próxima meta é prestar um concurso público para a magistratura.

Ele e uma de suas irmãs adotivas são os únicos entre os 12 filhos do casal que se formaram em uma faculdade. Anos depois, ele reencontrou a mãe biológica, que vive em uma casa de repouso.

A história de Samuel mostra que, quando realmente nos empenhamos por algo, a vida coloca poderosas ajudas em nosso caminho, para que alcancemos todos os nossos objetivos. Que ela siga tendo muito sucesso e contando com o apoio de todos aqueles que acreditam em seu potencial! Compartilhe o texto com os seus amigos!


Cristiano, cantor sertanejo, da dupla com Zé Neto, é internado com covid-19

Artigo Anterior

Famosos participam de vaquinha criada para Lucas Penteado, do BBB21

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.