ColunistasReflexão

Apegue-se. Repita-se. Experimente de novo. Permita-se reviver. Faz bem!

Quer tomarmos posse definitivamente daquilo que nos pertence e vivermos com mais leveza. Não, não são coisas nem pessoas. São lembranças, memórias, sua vida, seus sentimentos loucos e os que fazem bem. Até os sonhos sem sentido podem mudar o dia, a semana. Acredite.



A vida é uma mistura de muito passado, um pouco de presente e a espera futura. Qualquer lembrança boa vai nos remeter ao passado e é ali que está tudo o que já não é mais.  E quanta coisa boa deixamos ir, apagamos, esquecemos.

Pegue as músicas, aquelas antigas mesmo, aquelas que ninguém mais ouve e ouça. Dance. Relembre as piadas, os encontros, as paixões, os amigos divertidos que passaram e fizeram história junto com a sua.

apegue-se-1


Releia aqueles livros inesquecíveis. Dá uma sensação tão boa. Relaxe, você não precisa morar no passado e você não vai fazer isso o tempo todo até porque o presente também pede atenção.

Repita o passeio, a trilha, a viagem, a comida, os lugares. Repita visitas e pessoas. Repita as frases que levam você para frente. Repita a oração que te traz a paz. Compre até uma roupa igual a que você já teve e que você se sentia à vontade.

E quando experimentar coisas novas, se mexerem com seus sentidos, com a sua alma, reexperimente.  Se mudar os ingredientes da receita e ela não ficar mais tão saborosa, fique com a tradicional. Respeite seu paladar. Existem algumas sensações que valem ser sentidas quantas vezes a vida permitir.

Existem risos que merecem sempre uma reprise. Qualquer pensamento ou memória que deixe nosso semblante mais sereno, tá valendo. Dê um tempo para o que não faz bem. Toda história tem as melhores cenas. Vale a pena reviver.


Claro que surgem os momentos em que a saudade, a falta de alguém ou de algo vai bater. Que não dá para trazer algumas pessoas de volta e que nem dá para voltar. Mas que não seja por isso que tudo fique lá atrás.

apegue-se-2

A gente deveria sempre se repetir no nosso melhor estado de espírito, nas nossas melhores atitudes, no nosso melhor sorriso. Repetir a essência. Assim, quem sabe se reformular, reagir e sem se prender, seguir revivendo.


Anjo da guarda que me guarda em proteção, carrega também meu irmão… Esse amigo que escolhi a dedo…

Artigo Anterior

Caridade ou solidariedade social?

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.