Apenas porque é confortável, não significa que é certo

Às vezes parece que um término confuso pode durar para sempre. Vocês terminam, mas ainda se falam todos os dias. Vocês terminam, mas ainda dormem juntos em uma base regular. Vocês terminam, mas ainda discutem como um casal. Às vezes, parece que a relação nunca termina; ou talvez seja porque é muito difícil deixarmos ir o confortável.



Quantas vezes você tem que passar pelas mesmas coisas, antes de perceber que o conforto não compensa o desgosto? Em que ponto você diz “Cansei!”, e, finalmente, corta-o de sua vida completamente? Quando acaba, não seria bom que realmente acabasse? Você exclui o seu número e imediatamente o deleta do Facebook, Twitter e Instagram. Você vai mostrar a ele quem está ganhando este término. Mas na maioria dos casos (ou pelo menos no meu), o número dele já está gravado em sua mente e você encontra maneiras de se arrastar sobre suas mídias sociais, mesmo que não sejam mais “amigos”.

apenas porque é confortável2

A primeira semana passa, você ainda não ouviu falar dele.


O primeiro mês passa e você ainda não ouviu falar dele.

Você senta e olha para o seu telefone até se cansar. Uma mensagem não vai doer. Você só quer saber que ele não está lidando muito bem, assim como você é. Ele só precisa saber que você está indo totalmente bem e nem sequer pensou nele nos últimos 30 dias … nenhuma vez … Não, você está ótima desde que ele partiu seu coração e esmagou-o em 100 milhões de pedacinhos. Bem, essa uma mensagem se transforma em uma conversa inteira, e agora você está indo encontrá-lo para o almoço. Infelizmente, isso é muito familiar. Uma simples mensagem de texto rapidamente traz de volta velhos hábitos.

O almoço se transforma em um dia inteiro juntos, o que se transforma em uma noite inteira juntos, o que inevitavelmente acaba como uma manhã inteira juntos. Para você, isso é o começo de “resolver as coisas”; para ele, vocês almoçaram, se divertiram e dormiram juntos, e daí? Depois de alguns meses fazendo a mesma coisa, é bastante óbvio que vocês estão juntos novamente; até mesmo os seus amigos pensam assim.


Ha! Se fosse assim tão simples. Todo o necessário é uma mensagem de texto para a pessoa errada, para você perceber que não é a única. O ciclo vicioso de estar confortável voltou para lhe atormentar. Você chora e chora e chora, mas tudo o que ele tem a dizer é: “Você me pegou.” É isso; você nunca mais falará com ele.

Um novo mês se passa, você envia uma mensagem e começa tudo de novo. Quantas vezes você terá que passar por isso até perceber que as coisas nunca mais serão do mesmo jeito? Pode ser uma vez (altamente improvável), ou pode ser duas, três ou quatro vezes. Talvez demore muito para você perceber, finalmente, que precisa parar. Talvez ele esteja em um relacionamento sério; talvez ele esteja prestes a ter bebê com sua nova namorada, ou talvez você encontrou alguém que finalmente te trata bem.

apenas porque é confortável

Voltar aos velhos hábitos é fácil. Às vezes isso é muito fácil e te acostuma. Você fica muito confortável. Ele é como aquela velha camisa que você tem desde o segundo ano do ensino médio. Já foi lavada centenas de vezes, as manchas na axila são repugnantes, você não tem mais certeza sobre sua importância e todo mundo ODEIA quando você a usa. Só porque ela é confortável, não significa que está na moda. Só porque estar com ele é confortável, não significa que é sempre a melhor opção. Cortá-lo de sua vida provavelmente vai ser mais difícil do que tudo o que já fez. Vocês dois passaram por tudo juntos.

Vai parecer novamente com um término, e possivelmente ainda pior. Mas naquela manhã quando você acordar e, finalmente, se sentir feliz novamente, vai se perguntar porque não tomou essa atitude antes.

___

Traduzido pela equipe de O SegredoFonte: Thought Catalog

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.