Comportamento

Após 31 anos sem cortar o cabelo, mulher vira “Rapunzel” com 1,95 metro de madeixas

Capa Apos 31 anos sem cortar cabelo mulher vira Rapunzel com 195 metros de
Comente!

Conquistando vários seguidores mundo afora, a influenciadora ama ser comparada com a personagem dos filmes.

Toda menina sonha em se tornar uma princesa dos contos de fadas; quando criança, algumas delas se espelhavam nas personagens dos filmes encantados criando fantasias. Vivendo em seus castelos e com seus príncipes encantados, essas personagens conseguiam influenciar toda criança, que passava horas vendo seus filmes animados.

Existe uma diversidade de princesas conhecidas pelo público infantil, mas se engana quem acredita que personagem de desenho animado é só para crianças, vários adultos cresceram adorando personagens marcantes, ajudando-as a se entender como pessoas.

A ucraniana Alena Karvchenko viralizou nas redes sociais ao publicar algumas fotos no seu perfil do Instagram fantasiada de Rapunzel, a famosa princesa com cabelos longos dos filmes da Disney. As madeixas da influenciadora digital já ultrapassam a altura dela própria (1,68m), pois medem aproximadamente 1,95 metro.

Em entrevista ao jornal americano Daily Mail, a ucraniana conta que não corta os cabelos desde os 5 anos, e diz não ter um truque especial para manter a saúde deles, mas evita usar produtos químicos, entre eles colorações, preferindo sempre óleos naturais. A modelo revela lavar os longos fios apenas uma vez por semana e normalmente, o que lhe consome ao menos uma hora.

Fã assumida da princesa da Disney, Alena revela o sonho de interpretar Rapunzel em algum momento. Depois de muitos fãs a compararem com a princesa, ela decidiu fazer um ensaio fotográfico totalmente inspirado no filme de animação.

Para a produção das fotos, ela revela ter ficado meses esperando e procurando os locais e figurinos que se adequassem à sua ideia original e, pelo visto, deu muito certo e agradou aos seus mais de 85 mil seguidores no Instagram. Buscando compor um visual que fizesse jus à personagem original, ela encontrou a cor certa do vestido, adereços e se inspirou no filme “Enrolados”, lançado pela Disney, o qual mostra a famosa princesa em situações diferentes da história que conhecemos dos livros infantis.

2 Apos 31 anos sem cortar cabelo mulher vira Rapunzel com 195 metros de madeixas

Direitos autorais: Instagram / @alona_kravchenko.

O comprimento do cabelo vem de anos atrás; sua mãe sempre a incentivou a deixar seus fios o mais longos possível. Para ela, cabelo comprido significa individualidade e vaidade, motivando a filha a amar suas madeixas loiras. Alena completa dizendo que toda mulher pode conseguir um cabelo como o dela, basta manter todos os cuidados possíveis e seguir suas dicas infalíveis.

Os penteados sempre foram sinais de autocuidado e vaidade. Na era vitoriana, as mulheres normalmente usavam longos penteados em formato de cascatas, seus fios não eram cortados em hipótese alguma, esse costume permaneceu por anos e ainda prevalece na sociedade atual, provando que o “cabelão” nunca sai de moda.

Vistos até como poder de sedução feminino, algumas culturas ordenam às mulheres casadas ou recatadas esconder seus fios sob lenços e véus. Outros lugares costumam cortar os cabelos femininos bem curtos, como forma de punição, além de outros tipos de castigo.

Algumas mulheres usam seus fios dos mais variados estilos, buscando transformar seu visual, mas ainda existem aquelas que não abrem mão do longo. Hoje em dia, caso você se arrependa de tirar suas longas madeixas, existe o famoso e queridinho amigo das famosas, o aplique capilar, que consegue devolver a elas o comprimento que desejarem.

Curto ou longo, o importante é você se sentir bem consigo mesma; cabelos são uma forma de expressão de opinião ou de sensações. Use e abuse da sua liberdade feminina, arrisque-se deixando o medo de lado e testando novas possibilidades!

Comente!

Ele tem 102 anos e ela, 100: juntos celebram 73 anos de casamento visitando os lugares de sua infância

Artigo Anterior

Mulher transforma árvore morta em uma pequena e encantadora biblioteca

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.