Comportamento

Após traição, mulher visionária vira detetive de maridos e cobra até R$ 10 mil por caso!

Foto: Reprodução
Capa facebook Apos traicao mulher visionaria vira detetive de maridos e cobra ate R10 mil por caso

Quando descobriu a traição de um ex-namorado, Eduarda Lima deixou o coração partido de lado e se tornou detetive de maridos!

Eduarda Lima contou ao Universa UOL sobre sua história transformadora. Aos 14 anos, deixou sua pequena cidade para estudar em Juiz de Fora, também em Minas Gerais. Visionária desde sempre, cursou duas faculdades e começou a trabalhar para uma multinacional. Com vida financeira estável, conheceu um rapaz, o qual namorou por quase cinco anos, até ela descobrir que ele a traía!

Depois de um tempo, o coração partido transformou-se em sustento. Com seus dotes investigativos, a mulher abriu uma empresa que investiga casos de infidelidade, e com o passar dos anos, dedicou-se a atender principalmente clientes de luxo.

Sua expertise começou quando seu namorado, que viajava bastante a trabalho, tinha várias amigas. Desconfiada, Eduarda passou a investigar o namorado e em pouco tempo, conseguiu provas concretas de que a agenda de viagens não batia com a agenda profissional dele, além de descobrir também que o rapaz ativava o Tinder, aplicativo de relacionamentos, quando estava em outras cidades. O namorado também se envolveu com garotas de programa, fato descoberto por Eduarda por meio da fatura do cartão de crédito.

Imagem 1 Apos traicao mulher visionaria vira detetive de maridos e cobra ate R10 mil por caso

Direitos autorais: Acervo Pessoal

O término foi dolorido e Eduarda chamada de “louca”, pois o ex disse que ela estava inventando tudo. Logo depois, a mulher entrou em um quadro depressivo, perdeu muito peso e, ainda segundo o Universa UOL, voltou para sua cidade natal e conseguiu se reerguer com apoio da família. Tornou-se funcionária pública municipal e jurou para si mesma que ajudaria todas as mulheres que sofrem por causa de homens que as fazem de idiota.

Em um dia comum, com a vida já estabilizada novamente, Eduarda navegava por um grupo feminino no Facebook quando viu a publicação de uma mulher de 20 anos contando sobre seu relacionamento. Noiva de um rapaz que se dizia piloto de avião, a mulher estava desconfiada de que ele estava mentindo, e rapidamente Eduarda se ofereceu para ajudar.

Eduarda pediu o perfil do noivo da mulher e começou a segui-lo no Instagram. Na mesma hora, ele a seguiu de volta e curtiu várias fotos suas. Eduarda começou a conversar com o rapaz e reunir informações. Acessando dados disponíveis em órgãos públicos, ela descobriu que o homem não tinha nem sequer carteira de motorista, quem dirá saber pilotar um avião. Depois de juntar as provas e mostrar para a menina, esta terminou seu relacionamento e agradeceu muito a ajuda, tanto que publicou no grupo sobre o ocorrido.

Imagem 2 Apos traicao mulher visionaria vira detetive de maridos e cobra ate R10 mil por caso

Direitos autorais: Reprodução Youtube / The Noite com Danilo Gentili

A publicação da mulher tomou proporções que Eduarda não imaginava, fazendo com que sua caixa de mensagens ficasse lotada, com várias mulheres oferecendo dinheiro pelo seu serviço, que até então não eram monetizadas. Assim, Eduarda começou seu empreendimento como “detetive de maridos”, cobrando inicialmente apenas R$ 50, mas com o decorrer da carreira, chegou a atender um caso de R$ 10 mil.

Pouco a pouco, Eduarda começou a atender até mesmo clientes de Miami, nos Estados Unidos. Seus serviços ficaram tão profissionais, que ela percebeu que as mulheres chegavam até ela muito fragilizadas, por isso contratou uma psicóloga para auxiliar nos atendimentos. Além de orientar nas situações mais delicadas, a terapeuta criou, em conjunto com Eduarda, uma classificação dos tipos de personalidade dos homens que investigam.

Imagem 3 Apos traicao mulher visionaria vira detetive de maridos e cobra ate R10 mil por caso

Direitos autorais: Acervo Pessoal

Com o crescimento da empresa, a executiva estendeu sua rede de apoio, convidando amigas e conhecidas para trabalhar com ela. Atualmente, segundo o Universa UOL, há 14 colaboradores, dentro e fora do Brasil. Também conta com fotógrafos e advogados parceiros para mulheres que optam pelo divórcio. 

Segundo Eduarda, em dois anos, foram mais de 400 clientes atendidas, mas se especializou em investigar homens, com o intuito de ajudar as mulheres.

0 %