Aprenda a fechar janelas da mediocridade em sua vida!



Não faça que suas escolhas o tornem vítima do passado. Feche as janelas da mediocridade e abra a porta da vitória. Se tem algo que você tem obrigação é de ser feliz.

Um belo dia, parei tudo que estava fazendo no meu trabalho, peguei um pequeno espelho que estava na minha bolsa e vi o meu semblante cansado, um sorriso exausto e aquela enorme fadiga para que o dia terminasse logo.

Estava com tanta vontade de chegar em casa, tomar um banho e deitar. O cansaço gritava dentro de mim, eu simplesmente precisava descansar, dormir e esquecer o “mundo” e os “problemas”. Não queria lembrar dos compromissos do dia seguinte, eu queria apenas relaxar.

Na esperança de chegar em casa e colocar o meu plano em ação, voltei ao trabalho, precisava finalizar minhas atividades profissionais. Horas depois, olhei para o relógio, já estava na hora de ir para casa, pensei: – Até que fim, agora vou descansar, tomar um banho e relaxar.

Pena que o meu plano não deu certo. Lembrei que precisava pagar uma conta que estava vencendo, depois vi algumas coisas fora do lugar, não medir esforços para organizar a casa.  Essa rotina seguiu por muitos dias, meses e anos.

Agora não era mais o espelho que mostrava o meu semblante cansado, era o meu corpo, minha mente e o meu coração, eu estava cansada da mesmice, das minhas próprias cobranças e questionamentos.

A verdade é que eu precisava sair urgente da rotina e deixar de ser medíocre.

Voltando para casa, fiquei uns 45 minutos parada, devido a um congestionamento de trânsito, o som de buzinas de carros e motos. Algumas pessoas estavam impacientes. Neste momento caótico, algo despertou minha atenção, as buzinas já não emitiam o som de incômodo, estava concentrada admirando um belo pôr do sol, fazia muito tempo que não apreciava a natureza, aquela cena mexeu comigo. Eu estava presenciando o fim de um dia e o início de uma noite. Era minha chance de mudar, gerenciar oportunidades e realizar sonhos.

Meus pensamentos foram interrompidos por uma buzina, imediatamente voltei minha atenção para o trânsito. Eu estava tão apaixonada por aquele pôr do sol que decidi mudar o trajeto para minha casa.

Eu me recusava ser a mesma pessoa, estacionei meu carro próximo a uma pracinha e voltei a apreciar os últimos instantes daquele maravilhoso momento, encantada com a noite que se iniciava, busquei em minha memória as minhas conquistas e me deparei com uma vida que não tinha muitas histórias marcantes, eu estava vivendo a mesma história todos os dias.



Eu precisava fechar a janela da mesmice, do comodismo e da mediocridade, e abrir a porta da felicidade, do possível, da conquista e do amor.

Também convido você a deixar de viver o mais ou menos, a sair da rotina, a mudar de vida e ser feliz.

Hoje faço a minha própria história, curto cada segundo da minha vida, aprecio e valorizo as oportunidades.

Não faça que suas escolhas o tornem vítima do passado. Feche as janelas da mediocridade e abra a porta da vitória.

Se tem algo que você tem obrigação é de ser feliz.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: dragonimages / 123RF Imagens






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.