4min. de leitura

Aprenda a ser zen no pior momento de sua vida

Quero ensinar você a ficar zen. Consegui isso no pior momento da minha vida e quero que você consiga!


Será que isso é possível? Essa é a pergunta que você está fazendo agora, depois de ler o título deste artigo, não é? Pois posso afirmar que sim. Posso afirmar na teoria e na prática.

Meu desespero não fez, com certeza, nenhuma diferença positiva nos momentos difíceis por que passei, ao contrário, só me deixou doente depois. Há muito anos, minha raiva ao ver meu avô e minha avó, tão queridos, sofrendo enquanto perdiam a luta contra o câncer, valeu-me muitos herpes, cálculos renais, enxaquecas…

Meu medo e minha angústia ao acompanhar meu pai, também na luta contra outro tipo de câncer, só me tiraram o equilíbrio, fazendo com que não tomasse decisões mais claras, só me deixaram muito mais desgastada e irritada com pessoas que não tinham nada a ver com isso, até me afastaram da minha fé.


Meu inconformismo e cegueira emocional, nos primeiros anos que acompanhei um de meus filhos na dependência química e de álcool, só ajudaram a afundá-lo e a me adoecer.

Como fruto desse caos, comecei a procurar ferramentas científicas que foram me transformando de forma lenta e profunda, bem como fui me reconectando com o que tinha de melhor e com minha fé.

Aprenda a modelar o seu cérebro

Para conseguir realmente mudar para muito melhor, a gente depende de perseverança, determinação e resiliência. Mas não se preocupe, se acredita não ter nada disso, pois tudo pode ser desenvolvido, treinado. Nosso cérebro é como um músculo, repetidamente fazendo algo, ele vai sendo modelado. Saber modelá-lo a nosso favor é um desafio.


Nos últimos dez anos acompanhei, juntamente com o meu marido e o meu filho mais novo, minha mãe com mal de Alzheimer, que este ano terminou de cumprir aqui sua missão. Porém, diferentemente das demais vezes, quando eu me desequilibrava com apenas um foco de estresse, dessa vez, os focos vieram em maior quantidade, tudo de uma vez.

Com certeza, tudo isso me fortaleceu, tudo me tornou muito melhor e me propiciou mais vontade de estudar e praticar ferramentas que, comprovadamente, transformam a vida da gente para muito melhor. Tudo veio para fortalecer minha missão de compartilhar saúde e equilíbrio emocional com mais e mais pessoas, fazendo a minha parte na mudança que quero ver no mundo, como disse Gandhi.

Aqui compartilho duas dicas simples e muito importantes para você  ficar zen em momentos difíceis:

Outras dicas:

– Seja qual for a tarefa, desenvolva-a lentamente, com a atenção que ela merece. Não se apresse para chegar ao fim. Fique relaxado ao fazer qualquer coisa e lhe dedique toda a atenção. Thich Nhat Hanh.

– Inspire bem fundo, jogando o ar direto no baixo ventre e vá inflando bem a barriga e o peito. Expire lentamente. Enquanto faz isso, massageie suas orelhas suavemente, com os dedos indicador e polegar. Comece de cima para baixo e volte…

Vá fazendo um por vez, durante vários dias, e dê um tempo para se acostumar com a mudança. Persista, pois, com certeza, a sua vida ficará bem melhor.

 

Direitos autorais da imagem de capa: Ian Stauffer/Unsplash.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.