4min. de leitura

Aprenda com os erros e tropeços, ao invés de se lamentar

A luta é sua, mas a vitória é de todos que o rodeiam. Aprenda com os erros e tropeços, ao invés de se lamentar.

Na caminhada chamada vida, encontramos alguns obstáculos e muitas vezes nos parece difícil superá-los. Parece até que estamos em uma guerra com várias batalhas a serem vencidas e nessas batalhas ninguém pode lutar por você. A guerra é sua, a luta é sua, mas a vitória é de todos que o rodeiam.


A cada conquista e vitória, nós nos tornamos mais fortes e também nos tornamos exemplos para outros lutadores.

Li uma frase uma vez que era mais ou menos assim: “Se alguém conseguiu, eu também consigo. Pode não ser no mesmo tempo nem com a mesma facilidade, mas eu consigo”. Desde então, levo essa frase comigo sempre que encontro um obstáculo na minha vida.

Se alguém conseguiu, eu também consigo.


Nossas dores não podem ser medidas por ninguém. Ninguém é capaz de saber o quanto dói cada erro cometido ou o quanto dói uma consciência pesada. Ninguém é capaz de usar nossos sapatos e caminhar nossos caminhos. No máximo, podem nos acompanhar, mas sentir como sentimos, isso é impossível!

Esteja preparado, pois todo ato gera uma consequência e ninguém se livra disso

Todas as decisões que tomamos são nossa escolha, mas as consequências das nossas decisões são inevitáveis. Muitas vezes acreditamos estar certos e somente no final percebemos que estávamos errados e precisamos de força e coragem para admitir o erro, mudar o caminho e começar tudo outra vez, pois desistir não é uma opção.

Não se vira um sábio somente ouvindo falar. É preciso viver para aprender, e para viver é preciso acertar e errar, aprender com os erros e tentar mais uma vez e quantas vezes forem necessárias.


E na maioria das vezes isso dói. São as cicatrizes que ficam marcadas em nossa alma e em nossa memória, cicatrizes que nos fazem acertar da segunda ou terceira vez, cicatrizes que são valiosas, pois são elas que fazem de nós quem somos hoje.

Aprenda com os erros e tropeços, ao invés de se lamentar

A cada tropeço temos que encontrar forças para nos levantar novamente e seguir em frente. Podemos até parar por um tempo para recarregar as energias, mas não seguir em frente por medo da luta da vida é deixar de viver, é aceitar a derrota antes do final da luta.

Ao final da jornada quero pensar que fiz tudo o que pude e que lutei não para ser melhor que ninguém, mas sim para ser uma pessoa melhor a cada dia.

Quero ter  certeza sempre de que tentei hoje ser melhor que ontem e que tive em minha caminhada pessoas que me ensinaram e também que aprenderam comigo.

Quero me orgulhar das minhas cicatrizes, pois cada uma delas será a lembrança de uma vitória sobre mim mesma.


Direitos autorais da imagem e capa licenciada para o site O Segredo:  123rf / dimand27





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.