publicidade

Aprenda a viver bem, sem as pessoas que vivem bem sem você!

Sabemos que ter boas relações é de extrema importância, afinal elas garantem um vínculo social seguro, e é sempre bom ter pessoas que amamos ao nosso lado, pessoas que têm os mesmos pensamentos, enfim, pessoas com as quais nos identificamos.



No entanto, no meio de tantas diversidades de pessoas que iremos nos deparar, existem aqueles relacionamentos que são destrutivos, relacionamentos abusivos.

Não é fácil abrir mão de um relacionamento, mesmo sabendo que essa relação só é completa de um dos lados, nesse caso o seu!

Quem não tem pelo menos dois amigos ou conhecidos, que só se lembram de você quando estão na pior ou quando precisam de algo? Mas, quando é você quem precisa, elas simplesmente não estão disponíveis?

Aquelas pessoas que sempre que precisam você, você está lá, pronto para dar seu melhor nessa amizade, mas, quando essa fase ruim passa e elas estão bem, simplesmente dividem com outras pessoas esses momentos felizes, deixando você sempre em último caso como se fosse um estepe! Convenhamos,  não existe coisa mais frustrante do que ter um apreço por alguém, seja namorado ou amigos, e não sentir que está sendo retribuído!


Hoje falaremos então, de como se libertar dessas pessoas, como viver bem, sem as pessoas que vivem muito bem longe de nós!

O primeiro ponto aqui é, com certeza, a carência!

O ser humano é, por si só, carente por natureza. Vivemos sempre em busca de ser aceitos, em busca de ter amizades, e nem percebemos que isso tudo é supérfluo!


As relações que nos rodeiam devem ter a função apenas de somar em nossas vidas, facilitando nossos dias e, consecutivamente, tornando-nos pessoas mais felizes.

A partir do momento em que a relação entre duas pessoas, seja ela  de qualquer vínculo, começa a tomar um espaço em que apenas uma é beneficiária, essa relação torna-se abusiva.

O maior problema em construir vínculos afetivos em âmbito social é que a carência que nos rodeia faz com que estejamos abertos a ter relações, mesmo que essas relações estejam nos sufocando, apenas para ter a sensação momentânea de que somos queridos e não estamos sós!

O que não percebemos é que somos o que atraímos, e quanto mais pessoas destrutivas e abusivas deixarmos fazer parte de nossas vidas, mais descontroladas essas relações tornar-se-ão.

Sendo assim existem 3 regrinhas simples que irão ajudá-lo  a manter-se bem,e afastado de pessoas que vivem muito bem sem a sua presença!

A primeira regrinha e a mais importante é:

1º Não deixe que a sua carência te deixe cego e aberto para que qualquer pessoa faça parte e influencie a sua vida.

2 º Converse! A conversa é a base de tudo e muitas vezes quando uma relação não está bem, é por falta de conversa. A conversa é o equilíbrio de toda relação e sem ela não tem como colocar em pauta as coisas que te fazem feliz ou não! No entanto, se mesmo depois de uma série de conversas, a situação permanecer a mesma, então, isso quer dizer que, como citei acima, realmente essa relação não está sendo recíproca e somente você está se doando. Nesse ponto, então, é o momento de se desligar dessas pessoas!

3º Reveja todo o contexto dessa relação, como se conheceram, as brigas, os momentos bons, tudo! E faça uma balança do que essa pessoa já te acrescentou; se for preciso faça uma lista, para ficar melhor a visualização e te ajudar a ligar melhor os fatos e situações.

Se ao final disso tudo, você perceber que essa relação realmente já teve todas as chances de dar certo, então, está na hora de priorizar a sua felicidade, antes de todas as outras coisas.

Você deve entender que a sua alegria não pode e não deve depender do seu círculo de pessoas. Estar bem, deve, primeiramente, vir de dentro para fora, então, permita-se curtir sua própria companhia, estar perto das pessoas que você sabe que realmente estão com você, porque querem estar, e não por que você sempre está ali.

Exclua da sua vida, todas as pessoas que te deixam para baixo, que te deixam ainda mais carente.

À medida que você for fazendo isso,  começará a atrair um novo círculo de relações, que serão assim como você, pois você irá atraí-las até a sua vida!

Lembre-se: nem sempre estar acompanhado quer dizer estar completo e feliz, muitas vezes, o que falta em sua vida, não são amizades e estar internamente ligado aos seus pensamentos e sentimentos, esse sim é o real fator para se sentir completo!

Pense nisso!

Luana Costa – Borboleta Azul

___________

Direitos autorais da imagem de capa: anyaberkut / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.