Reflexão

Aprendi a não me doar além do que as pessoas merecem. Relações sem reciprocidade me cansam!

aprendi a nao me doar alem do que as pessoas merecem Relacoes sem reciprocidade me cansam

Estou cada vez mais sem tempo para pessoas que não têm tempo para mim.



Uma das coisas mais especiais das relações saudáveis, que duram a vida toda, é o comprometimento de ambas as partes em se manter presentes, nos momentos bons ou ruins, em dias corridos ou tranquilos, apesar de qualquer erro ou problema.

Quando gostamos realmente de alguém, seja por amizade ou amor, estamos dispostos a nos entregar verdadeiramente a ele, a fazer um pacto de almas e criar uma relação de intensidade e verdade, que ultrapasse as barreiras das relações líquidas, tão comuns em nossa sociedade.

Ligamos, mandamos mensagens, fazemos visitas-surpresa e fazemos questão de incluir o outro em cada aspecto de nossas vidas. Muitas vezes, até adaptamos algumas partes de nossa personalidade para nos certificar de que nossas interações sejam sempre positivas e cercadas de muitos momentos felizes. Essa nossa abertura é algo que realmente merece atenção e valor, mas infelizmente não são todas as pessoas que estão preparadas para se comprometer no mesmo nível.


Uma das coisas que mais tenho percebido conforme os anos passam é que algumas pessoas simplesmente não querem retribuir o nosso carinho e atenção. Elas testemunham diariamente o nosso interesse, cuidado e carinho, mas não estão dispostas a nos oferecer o mínimo de reciprocidade.

Para nós, elas sempre estão “ocupadas” e “cansadas” demais, e inventam desculpas sobre o porquê de nem sequer nos oferecer o mínimo de atenção nos momentos em que mais precisamos de um ombro amigo.

Colocam a culpa na rotina de trabalho, no cuidado com os filhos, nas discussões de casal, e nos fazem esperar por seu retorno por horas, como se não fosse possível reservar 5 minutos para alimentar com atenção e carinho o nosso relacionamento.

Por muito tempo, eu sofri com esse tipo de situação. Sentia o meu coração se partir cada vez que era ignorada por alguém por quem eu cancelaria todos os meus compromissos e pausaria qualquer plano pessoal.


Gastei muito do meu precioso tempo me perguntando o que havia de errado comigo, que não conseguia conquistar o meu coração, e me acusei muito mais do que uma vez de ser insuficiente e ter que mudar tudo sobre mim para que realmente conseguisse fazer as pessoas permanecerem em minha vida.

Felizmente, o tempo sabe abrir os nossos olhos e nos fazer enxergar as coisas por aquilo que realmente são. Hoje eu não me permito mais sofrer por pessoas que não querem estar em minha vida, e com toda certeza não me doo mais do que cada um merece ou estaria disposto a se doar por mim.

Depois de muitas batidas de cabeça, finalmente me cansei de insistir em relações que não têm futuro. Compreendi que nem sempre é culpa minha, às vezes, as pessoas simplesmente não estão emocionalmente disponíveis, e tudo bem, não devo carregar o peso do mundo em minhas costas.

Eu me voltei muito mais para o relacionamento que tenho comigo mesma e me tornei ocupada demais para qualquer relação em que não houver reciprocidade, pois percebi que apenas devo investir o meu tempo em pessoas capazes de viver os encontros de forma tão intensa e sincera quanto eu.


Depois dessa mudança radical, percebo que me tornei um ser humano muito mais leve, com a intuição desenvolvida e a maturidade de perceber que não devo me diminuir para caber em nenhuma relação.

E deixo um conselho muito importante: sejam os nossos relacionamentos novos ou antigos, para que mantenhamos alguém em nossas vidas, não é suficiente apenas fazer a nossa parte e seguir nos preocupando e nos importando, precisamos sentir e testemunhar um retorno, ou estaremos apenas enganando a nós mesmos. Desejo a você muito autoconhecimento e amor-próprio, para que nunca mais se conforme com menos do que merece!

As pessoas destes 4 signos puxam o tapete de qualquer um para se dar bem!

Artigo Anterior

“Parabéns por desistir!” Jovem comemora com festa e bolo sua saída de emprego tóxico

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.