Reflexão

Aquele que culpa os outros por tudo, nunca se responsabiliza por nada!

5 Aquele que culpa os outros por tudo nunca se responsabiliza por nada

Sempre depositar a culpa de tudo em cima de outras pessoas e acontecimentos demonstra a possível falta de compromisso que a pessoa tem com a vida.



Dentro do processo evolutivo do ser humano, faz parte da rotina errar e falhar. Somos mais feitos de falhas do que de acertos, porque é justamente quando pisamos em falso e caímos, que aprendemos a levantar e a caminhar da maneira correta. Não existe nada incomum em errar, porque se você está caindo é porque está em movimento, tentando aprender.

A beleza da existência está em sempre correr atrás do aprendizado, e não apenas escolar, como muitos imaginam, mas também de convivência com o diferente. Por isso, errar e falhar não devem ser interpretados como sinais de fracassos, o que se torna problemático é quando a pessoa insiste em não assumir que foi ela quem pisou na bola.

Todos conhecemos alguém que anda munido de desculpas de todos os tipos, uma para o atraso, outra para o trabalho pela metade, outra por ter esquecido de tirar o lixo, outra por ter chegado tarde em casa, a culpa é sempre de alguém. É quase como se a pessoa fosse um para-raios de problemas, protagonista de um filme de enredo tragicômico.


Em um primeiro momento, é engraçado ouvir as desculpas, mas, conforme vai passando o tempo, vamos compreendendo que, na realidade, eles não querem ter nenhum tipo de responsabilidade. Querem apenas desfrutar da parte boa dos acontecimentos, se divertindo e tendo bons momentos, mas quando algo acontece, e é preciso alguém com pulso firme, são os primeiros a sumir.

Já reparou como as pessoas que não assumem os próprios atos reclamam o dia inteiro? Querem que todos ouçam como elas sofrem, como têm problemas, como estão atrasadas e atrapalhadas, tudo isso é parte da estratégia. Elas sempre acabam colhendo algo com as reclamações, alguém pode se oferecer para ajudar, ou mesmo entender que estão sobrecarregadas e que precisam de apoio.

Sempre em posição de mártires, são capazes de se fazer de vítimas só para tirar proveito dos outros. Uma pessoa que é incapaz de assumir a responsabilidade pelos próprios atos, é incapaz de lidar com as consequências do que faz, age de maneira antiética apenas buscando usufruir do melhor lado das pessoas, tirando o que pode delas.

Ao mesmo tempo em que não assumem a culpa de nada do que fazem, são as primeiras a apontar o dedo para os outros se percebem alguma falha. Não compreendem que faz parte da nossa evolução o erro, mas que também estamos em busca de empatia e solidariedade, e não de humilhação pública.


Quem é incapaz de assumir os próprios erros, é capaz de transferir a culpa para o primeiro que aparecer, e isso passa a ser prejudicial, já que outros podem precisar assumir um erro ou lidar com consequências de coisas que não fizeram. Imagine como isso pode ser complicado no trabalho, por exemplo? Uma pessoa pode perder o cargo por uma mentira de outra.

Infelizmente, não podemos abrir a cabeça de ninguém para colocar valores dentro dela, são as próprias experiências que podem, de alguma forma, ajudar cada um. Tampouco devemos esperar que mudem do dia para a noite, porque a única coisa que querem é que todos confiem nelas, pois assim podem, novamente, ditar as regras do próprio jogo.

Sabemos o quão complexo é viver, assim como também sabemos que nos relacionar com os outros, seja de maneira íntima, seja de maneira afetiva, é também difícil. Não existem regras, mas minimamente precisamos seguir algumas regras e alguns códigos de conduta, que dizem que precisamos assumir nossos erros e nos responsabilizar por nossos atos. Apenas quem é capaz de usar a humildade a seu favor é capaz de se tornar um ser humano melhor, olhando apenas para si mesmo, fazendo sempre o bem ao próximo e evoluindo constantemente.


Mãe contou que viu espírito de filha falecida visitando túmulo e compartilhou imagens

Artigo Anterior

Mãe compartilhou foto da filha antes e depois do primeiro dia de aula e divertiu internautas

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.