ColunistasEspiritualidade

A árvore da vida e o corpo humano:

A ÁRVORE DA VIDA

Adquiri o gosto pela pesquisa, pelos estudos e com isso passei a cultivar o hábito da leitura de várias bibliografias distintas, desde culturais, passando por científicas, espiritualidade, dentre outras.



A Cabala me fascina e conhecer e destrinchar a Árvore da Vida é um passatempo enriquecedor.

Então vejamos:

As dez Sefirot da Árvore da Vida tem correspondência com o corpo humano.


Keter, a coroa, esta na cabeça. Não se trata de uma coroa física, mas de um canal espiritual. Possui uma correspondência com os chacras, pontos energéticos do corpo.

Choccma e Biná representam cada uma um lado do hemisfério cerebral, o direito e o esquerdo. Chocma, o lado direito, é a parte do cérebro conectado com o abstrato. O lado esquerdo Biná mais prático, mais manifesto.

O braço direito tem a energia Chesed que significa gentileza, a mão direita revela a energia do compartilhar, da caridade. Quando nos cumprimentamos usamos a mão direita para revelar a energia da gentileza. O braço direito expressa o desejo de compartilhar. Gevurah, o braço esquerdo, expressa nosso desejo de receber, significa a força, a grandeza.

Nosso corpo superior é Tiferet, a beleza, a perna direita Netzach, Vitória e eternidade, a esquerda Hod, glória. Os órgãos sexuais, YESOD, são o fundamento e os pés são Malchut, o Reino.


No rosto também podemos encontrar as dez sefirot. A testa KETER, Os olhos que trazem a sabedoria são CHOCMA. Os ouvidos que trazem a compreensão e o equilíbrio (o centro de equilíbrio do corpo está no ouvido interno) são BINÁ. O nariz é a Sefirá de ZEIR ANPIN, que inclui as seis sefirot juntas (CHESED, GEVURAH, TIFERET, NETZACH, HOD E YESOD). A boca é MALCHUT.

Cada parte de nosso corpo tem uma energia diferente e é necessário enriquecê-lo com essa energia por meio da meditação; devemos trazer a luz do infinito para dentro de nosso corpo. Nosso corpo é o templo da alma. Nossa alma é parte pequena da energia infinita que busca o recipiente. Se o recipiente (nosso corpo) estiver cheio de energia negativa, a luz, a alma não consegue manifestar a luz, por isso à importância de purificar o corpo interna e externamente.  Para purificar o corpo internamente é necessário usar o poder da mente. O corpo tem canais que ligam cada parte do corpo com a alma, à alma injeta energia para que o corpo continue vivo e funcionando.

Quando fazemos uma má ação ou temos maus pensamentos por repetidas vezes essas conexões começam a se desfazer e os órgãos começam a falhar.

O ciúme, a raiva, a inveja, o pessimismo, o orgulho, a tristeza, a culpa são sentimentos que quando alimentados por muito tempo acabam fazendo com que ocorra um corte no fluxo de energia no canal para o órgão correspondente a aquele sentimento. Mesmo que a pessoa seja boa, honesta, contribuinte, dentre outras, a energia negativa de sentimentos como a mágoa, por exemplo, vai bloquear algum canal, provocando uma doença como úlcera, câncer, etc.


Quando aprendemos a meditar e limpar nossa mente aprendemos a manter o corpo saudável e funcionando em harmonia com a luz. Isso é a verdadeira purificação. A purificação não é feita para o bem Divino ou para a Luz, mas para nosso próprio bem. Para recebermos e compartilharmos a energia divina sem bloqueios.

O ideal seria meditarmos pelo menos 15 minutos por dia, utilizando-se para isso os 72 nomes cabalísticos.

Não sou mulher de forno e fogão. Sou mulher do meu jeito!

Artigo Anterior

As suas ações mostram em que ponto está a sua vida. Nelas estão as respostas!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.