publicidade

As 3 principais diferenças entre ansiedade e angústia:

Cada vez mais se ouve falar nos conceitos psicológicos ansiedade e angústia, e muitas pessoas acreditam que os dois termos representam a mesma coisa, por isso os usam como sinônimos.



No entanto, diferenças entre ansiedade e angústia que podem nos ajudar a lidar de forma mais positiva com nossos estados emocionais e encontrar soluções mais efetivas.

O que é ansiedade?

A ansiedade é um comportamento de antecipação a alguma situação futura imprevisível. As pessoas sentem ansiedade como um sentimento desagradável de desconforto, apreensão e até mesmo medo de caráter difuso de algo que acreditam que pode acontecer.

O que diferencia o medo da ansiedade é que o primeiro é algo que sentimos em reação a uma situação mais concreta, e o segundo é geralmente uma resposta à antecipação do perigo. Por conta dessa diferença, muitas vezes, é mais fácil definir a causa de um medo do que da ansiedade.


As pessoas que sofrem de ansiedade frequentemente convivem com a sensação de que algo ruim está prestes a acontecer, mas não conseguem identificar exatamente o que é. Esse comportamento pode ser desencadeado por vários fatores, como: excesso de informação, incerteza de alguma informação ou decisão, sensação de impotência ou dificuldade de lidar com algum trauma.

Essa existência baseada em expectativas e medos não é saudável e traz muitas consequências negativas como transtornos de ansiedade, desde a ansiedade generalizada até diferentes tipos de fobias.


O que é angústia?

A angústia é sentimento de desconforto emocional muito intenso, que pode surgir de um estado de inquietação, ou de uma profunda sensação de desamparo frente a um perigo que parece iminente, mas que na realidade é vago e difuso. A angústia se manifesta muito em situações de pânico e desespero, quando a pessoa percebe que não tem mais a autonomia de agir livremente e não possui controle sobre o que acontece ao seu redor.


A angústia costuma ser experimentada como um sofrimento físico generalizado. Nos casos em que existem sintomas fisiológicos, como suor, falta de ar, aceleração da frequência cardíaca, tensão muscular e tremores, o corpo geralmente reage com uma atitude de paralisia, mas a pessoa ainda percebe a situação com clareza. Em algumas situações, a angústia é interpretada como um instinto de proteção ao perigo.

A angústia pode ser adaptativa ou não, dependendo da intensidade com que acontece e da forma como a pessoa lida com ela. Os momentos de angústia normal não são graves, porém a angústia patológica é uma reação desproporcional a uma situação que pode ter como resultado crises de ansiedade ou ataques de pânico. Na Psicologia Clínica, a angústia é entendida como um subtipo de transtornos de ansiedade ou como um sintoma destes.


As diferenças entre ansiedade e angústia

  1. A angústia costuma causar um efeito eminentemente paralisante, e a ansiedade impele a pessoa de buscar soluções para a sua situação. A pessoa que sofre de angústia pode ficar totalmente paralisada, não sendo capaz de fazer uma coisa de cada vez. Já a pessoa que sofre de ansiedade sente uma motivação interna para se envolver em diferentes tarefas que permitam a canalização de suas energias em atividades mais positivas e produtivas.
  2. Na angústia predominam os sintomas físicos, que são sentidos com muita intensidade. Já na ansiedade, predominam os sintomas psicológicos, como a preocupação com o futuro, apreensão e medo.
  3. A angústia tende a nublar a percepção da realidade da pessoa, em uma tentativa de protegê-la de uma situação perigosa demais para ela lidar. A ansiedade, pelo contrário, tende a aguçar os sentidos para que a pessoa perceba de forma mais clara os fenômenos ao seu redor.

Esperamos que este artigo tenha sido esclarecedor e possa ajudá-lo(a) na busca por uma vida mais saudável e positiva.

____________

Direitos autorais da imagem de capa: jessmine / 123RF Banco de Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.