ComportamentoO SegredoRelacionamentos

As 4 qualidades de um relacionamento consciente

as 4 qualidades de um relacionamento consciente

1. O casal consciente não está ligado ao resultado futuro do relacionamento – o crescimento vem em primeiro lugar



Não estar ligado ao resultado do relacionamento não significa que você não se importa com o que acontece! Também não significa que você não tem fantasias sobre como o relacionamento vai prosseguir.

Significa o seguinte: você está mais comprometido com a experiência de crescimento do que com o que está fazendo para o relacionamento “funcionar”.

A realidade é, nós estamos aqui para crescer. Fisicamente, mentalmente, emocionalmente e espiritualmente. Quando o crescimento para, automaticamente sentimos como se algo estivesse errado. Porque realmente tem. Sem crescimento, não estamos cumprindo o propósito de nossa alma.


Infelizmente, os relacionamentos hoje tendem a sufocar o crescimento mais do que melhorá-lo. Esta é uma das principais razões pelas quais falhamos no amor romântico.

Queremos que os nossos parceiros ajam de uma forma, nos reprimimos para agradar aos outros, e por consequência, nos sentimos pequenos, oprimidos e confusos sobre quem nos tornamos. Isso, inevitavelmente, faz com que o relacionamento pareça uma gaiola da qual queremos fugir. Mas a triste verdade é: nós enjaulamos a nós mesmos.

O casal consciente valoriza o crescimento mais do que qualquer outra coisa, porque sabe que este é o segredo para manter o relacionamento vivo. Mesmo que o crescimento seja assustador (porque nos leva para o desconhecido), o casal está disposto a se esforçar para a expansão, mesmo com o risco de crescimento fora do relacionamento. Devido a isso, a relação mantém um sentimento natural de vitalidade, assim como o amor em casal.



2. Cada pessoa no relacionamento tem o compromisso de possuir suas feridas

Casais conscientes sabem que todos nós temos feridas do passado, e entendem que essas feridas, inevitavelmente, serão desencadeadas, especialmente em um relacionamento. Em outras palavras, esperam sentirem-se abandonados, presos, rejeitados, negligenciados e qualquer outro sentimento de merda que surge quando nos ligamos estreitamente a outra pessoa.

A maioria de nós ainda acredita que as relações só devem fazer com que a gente se sinta bem, e que quando sentimentos ruins vêm à tona, algo deu terrivelmente errado. O que não conseguimos ver nesta situação é que estes sentimentos de merda resultam de nossa própria padronização de erros! Esses problemas não são causados ​​por seus parceiros; eles são causados ​​por suas crenças.

O casal consciente está disposto a olhar para seus problemas atuais e passados nos relacionamentos, porque sabem que, ao enfrentar esses sistemas de crenças, podem evoluir para uma nova realidade de relacionamento. Padrões disfuncionais irão dissolver-se, mas só quando assumirmos a responsabilidade por eles.



3. Todos os sentimentos são bem-vindos e nenhum processo interno está condenado

É raro ser completamente honesto sobre quem você é, e se aberto o suficiente para deixar o seu parceiro fazer o mesmo. Você pode não gostar do que ouvir; na verdade, pode te decepcionar muito. Mas se você estiver disposto a ser desencadeado, isso significa que o seu parceiro pode ser autêntico.

Como dito, estamos acostumados a moldar-nos e mudar-nos a nós mesmos para agradarmos as pessoas que amamos, porque queremos que elas parem de nos amar! Isso sufoca o amor de nossas conexões.


A única opção é a honestidade radical: revelando partes de nós mesmos que são difíceis de compartilhar, e deixando os nossos parceiros fazerem o mesmo. Isto leva a sensação conhecida, vista e compreendida verdadeiramente – uma combinação que irá melhorar automaticamente o seu amor.


4. A relação é um lugar para praticar o amor

Amor, em última análise, é uma prática. Prática de aceitação, estar presente, perdão, e esticar seu coração em territórios vulneráveis.


Às vezes, nós tratamos amor como se fosse um destino. Queremos que o sentimento do pico o tempo todo, e quando ele não está lá, não estamos satisfeitos com o que o relacionamento se tornou. Na minha mente, isso está completamente fora do ponto do amor.

O amor é uma viagem e uma exploração. Ele está aparecendo em todas as nuances variadas de seu relacionamento e se perguntando: O que o amor faz aqui? A resposta será diferente a cada vez, e por causa disto, você terá que crescer em maneiras que nunca pensou!

O casal consciente é ferozmente empenhado em ser a personificação do amor. E através de sua devoção e prática, o amor aparece em suas vidas e relações de uma forma que nunca teriam imaginado.

Compartilhe através dos comentários como você deseja trazer o amor mais consciente em seu relacionamento.


 

___

Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: Mind Body Green


Almas antigas

Artigo Anterior

Com o tempo eu aprendi

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.