Família

As feridas emocionais causadas por um pai ausente

as feridas emocionais causadas por um pai ausente

Entenda os efeitos que a falta do pai pode causar no crescimento das crianças!



A família é parte fundamental do crescimento de uma criança. Ter a presença constante e saudável do pai e da mãe em cada etapa da vida, cuidando dela e encorajando-a, faz toda a diferença na maneira como essa pessoa crescerá e construirá os seus relacionamentos.

No entanto, em muitos casos, os pequenos crescem com a presença de apenas uma dessas pessoas. Pelas mais diferentes razões, o pai ou a mãe pode deixar a família ou abandonar o filho e seguir o seu caminho sozinho.

Inúmeras vezes, apesar desse déficit, a criança pode ter boa criação e se tornar alguém de sucesso, graças à dedicação e compromisso da parte que restou.


Entretanto, é inegável que a falta de um desses pilares pode também provocar sérias consequências em seu desenvolvimento, afetando até mesmo sua vida adulta.

Neste texto, focaremos especificamente no abandono paterno. Na lista abaixo, mostraremos algumas das consequências das crianças que crescem com o pai ausente. Ela foi extraída de um artigo do Pyschologic Today, escrito por Edward Kruk, professor Ph.D. especializado em política infantil e familiar. Confira!

  • Falta de segurança física e emocional: segundo o professor, aqueles que crescem sentindo-se abandonados por seus pais podem ter muitas dificuldades em lidar com as próprias emoções, apresentando episódios de autoaversão e duvidando do próprio valor.

  • Questões comportamentais: as crianças que crescem sem pai podem apresentar grandes dificuldades em situações sociais, e também se mostraram mais propensas a ter problemas nas amizades. Segundo o professor, muitas dessas crianças se voltam para a arrogância e intimidação como maneira de ofuscar os próprios medos, ressentimentos, ansiedades e infelicidade.
  • Desempenho acadêmico problemático: o artigo cita que filhos sem pai podem ter desempenho ruim em testes de leitura, matemática e raciocínio,além de mais tendência a faltar às aulas e até mesmo abandonar os estudos, diminuindo sua probabilidade de obter qualificação profissional.
  • Abuso de drogas e álcool: crianças com pai ausente são mais propensas a esses vícios, seja na infância ou na idade adulta.
  • Vulnerabilidade: outra consequência do abandono paterno é o maior risco de abusos emocionais e físicos.

  • Questões de saúde física: segundo Kruk, crianças sem pai relatam mais ocorrências de problemas, como dores agudas e crônicas, asma, dores de cabeça e de estômago.
  • Questões de saúde mental: elas também costumam apresentar condições como ansiedade e depressão.
  • Oportunidades de vida: as chances de essas pessoas terem baixa renda e ficarem desempregadas também são bastante significativas.
  • Relacionamentos românticos deficientes: as crianças sem pai também têm mais chances de se divorciar, entrar em relacionamentos muito cedo e, inclusive, ter filhos fora do casamento.

Como se pode perceber, a ausência do pai pode acarretar sérios problemas em toda a vida de uma pessoa.

Esperamos que essa lista ajude a despertar a consciência sobre o relacionamento familiar de pai e filho, tão importante na vida de uma pessoa.

Compartilhe a lista em suas redes sociais!


6 coisas que você precisa eliminar de sua casa agora! Elas estragam a alegria do seu lar!

Artigo Anterior

Nunca ofereça o seu valioso tempo para pessoas “sanguessugas”!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.