Coias boas não acontecem somente quando tudo está bem, graças a Deus!

5min. de leitura

Dizem que a maneira de Deus se manifestar, geralmente, contradiz a lógica humana.

Paz na alma, boas vibrações, fé, pensamentos positivos, tudo isso nos faz seres humanos melhores e mais evoluídos. Mas muita gente é pega em seus momentos delicados ouvindo que quando não se está bem, as coisas boas não chegam.



Vamos dizer que isto é muito relativo. Há pessoas que se dizem de uma fé inabalável e percebe-se que suas montanhas não se movem. Outras que saem ensinando e dando dicas de como fazer uma transformação na vida, seja por um livro, uma religião, uma técnica, mas continuam com suas vidas tão estáticas.

Ah, a vida é surpreendente. Como explicar, não saberia, mas é possível citar aqui que nem sempre o Universo conspira só com aqueles que estão em plena comunhão com Ele, em pleno estado de recebimento ou emitindo boas vibrações o tempo todo.

A saúde já se manifestou em pessoas que acreditavam que não sobreviveriam, que não haveria mais volta. Isto é recorrente. Você está num estado em que a doença parece não ter cura, há pouca esperança, há desânimo e desistência e, de repente, tudo começa a se reverter. Assim como a fé inabalável da cura não impede que alguém tenha que deixar este mundo.


As pessoas entram em seleções de emprego e percebem que existem poucas chances, desacreditam mesmo, só que destas poucas chances a oportunidade foi dada justamente enquanto ela estava envolta em um uma energia de descrédito de si mesma.

Há períodos em que o que menos se deseja é um relacionamento sério. E o que acontece? Surge alguém muito especial e que mexe com a gente, nos faz pensar diferente.

Ou então, alguém está tentando reatar um amor, sofrendo por alguém, pedindo pela volta do outro e a vida traz outra situação, alguém muito mais interessante e muito melhor. E aí?

Já vi gente desistindo de sonhos e eles começarem a se tornar realidade justamente neste momento. E aquela frase, “se tivesse tentado mais um pouco conseguiria”. E foi ali na desistência, na tristeza, na reflexão de que era para mudar o caminho que ele se abriu.


E quando estamos insistindo em algo, forçando a barra e alguém diz, “relaxa e deixa fluir”, e nós não queremos relaxar, ficamos ali pensando em tentar só mais um pouco e quando menos esperamos o negócio acontece. Aparentemente não havia nada “fluindo” e aconteceu.

Há os que dizem que nunca devemos pedir, simplesmente, desejar e agradecer. Eu já fui atendida várias vezes nos meus pedidos. Em alguns deles nem me dei ao sublime gesto de agradecer enquanto pedia. Só lembrei depois. E como o que eu quis se manifestou? Aquilo já era para mim que nem precisei manifestar gratidão?

E se o desespero não leva a nada, foi no desespero que muita coisa se transformou. Alguém se comoveu, tomou a decisão de ajudar, de buscar reverter um acontecimento. É, se o bebê não chorasse, provavelmente, a mãe não saberia o exato momento de amamentá-lo.

Dizem que a maneira de Deus se manifestar, geralmente, contradiz a lógica humana.  Sabemos que com mais serenidade, calma, resiliência, mente aberta e positiva as coisas se manifestam mais facilmente ou pelo menos temos entendimento das situações. Mas isso não é regra. Não nascemos com estas habilidades e existirão situações em que não usaremos nenhum desses artifícios para resolver a questão.

E aqui fica a gratidão a Deus, aos anjos, ao Universo que nos respondem e nos atendem. E sabem que nem sempre estamos na sintonia que devemos, com o coração cheio de perdão e vibrando na mesma frequência. Porém, nos surpreendem e nos mostram o poder e a grandeza de fazer acontecer quando menos esperamos.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo olinkau / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.