3min. de leitura

As partículas mágicas da vida…

Supondo que você sabe que há uma força maior, mas não consegue ver. Às vezes sente algo acolhedor, como um vento, um cheiro ou um calorzinho do sol que aquece a pele, mas aquela sensação não se mantém estável.



Você quer mais momentos de conexão com o seu silêncio. Mais momentos que sente de dentro para fora a paz interna. O olhar neutro para uma situação específica. A mente aberta com pensamentos de empatia e solidariedade aos outros.

Respire! Três vezes calmamente.

Imagine você que no ar há partículas da energia mágica! Cada partícula do ar que entra em seus pulmões contém:


  • 100 mg de saúde
  • 100 mg de calma
  • 100 mg de sabedoria

as-particulas-foto-de-dentro

As partículas são compostas também são conhecidas como oxigênio, o melhor remédio da humanidade. É somente dele que precisamos para sobreviver. Ele é o responsável pela nossa vida. Ele dá vida aos nossos órgãos, ele purifica nossos pensamentos, ele é mais importante do que qualquer outra coisa coisa que pareça imprescindível. Quando estamos bem oxigenados, tudo dentro do nosso corpo funciona maravilhosamente bem e nossa mente fica calma quanto aos fluxos de pensamentos.

Este divino medicamento pode e deve ser usado em qualquer momento e sem moderação alguma. Na alegria, a respiração profunda parece tornar o sentimento mais real. Já na tristeza, a respiração parece diluir este sentimento do nosso corpo. Na ansiedade, nos traz para o nosso centro. Se estamos ensonados, respirar ritmicamente oxigena o cérebro e o corpo, assim nos despertando.


Respire mais e comece a se sentir grato por você ter disponível em 100% do tempo o seu bem mais precioso: as partículas mágicas da vida (também chamadas de oxigênio). Ah! E caso as árvores comecem a chamar mais sua atenção do que antes, não se preocupe, é um sintoma comum de empatia pelas partículas:)

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.