As pessoas que vivem para agradar aos outros atraem estes 5 perigos para si mesmas. Esteja alerta!

5min. de leitura

Abandonar a si mesmo e suas necessidades para agradar a todo mundo implica em sérios riscos. Estes cinco perigos são prova de que você equilibrar muito bem suas atitudes.



A empatia e o companheirismo são grandes qualidades. Ser capaz de enxergar além de si mesmo e fazer o que está ao seu alcance para tornar a vida das pessoas ao seu redor menos complicada é algo realmente especial e cada vez mais necessário. No entanto, precisamos definir um limite saudável para nossas doações.

Algumas pessoas não sabem equilibrar muito bem o amor e o apoio que oferecem aos outros, e acabam doando-se demais e deixando muito pouco para si mesmas, e isso faz com que enfrentem alguns perigos. Na lista abaixo, mostramos quais são eles.

Esperamos que eles o façam refletir e lhe mostrem que priorizar a si mesmo é o primeiro passo para uma vida mais feliz.


1. Você suprime as próprias emoções e corre o risco de “explodir”

O desejo constante de agradar às outras pessoas para sentir validação pode parecer uma boa ideia, mas apenas prejudica o seu estado emocional. Para se dedicar ao outro, você acaba reprimindo as próprias emoções e com isso fica cada vez mais distante de si mesmo e do caminho ideal para a sua realização. Para se importar com as emoções dos outros, você não precisa abandonar as suas. Cuide de seu interior, isso é fundamental para a sua felicidade.


2. Você sente-se constantemente pressionado a manter sua imagem

Uma das maiores desvantagens do desejo constante de agradar aos outros é a pressão que você sente para manter a imagem que criou. Todos nós temos as próprias limitações e falhas, por isso é importante não transmitirmos uma imagem falsa de nós mesmos. Precisamos de nosso espaço para errar e aprender. Ser perfeito é uma exigência grande demais, e não é certo nos expormos a ela.


3. As pessoas usam você

É importante ter limites pessoais para saber lidar com as pessoas ingratas e egoístas, que apenas estão interessadas em se aproveitar de sua gentileza, e não lhe oferecerão nenhuma reciprocidade. Ao deixar claras suas prioridades, você não corre o risco de ser usado e manipulado por aqueles ao seu redor.



4. Você tem um comportamento egoísta

À primeira vista, o desejo de agradar aos outros pode parecer altruísmo e boa intenção, mas na verdade é movido pelo egoísmo. Ao orientar seus comportamentos para uma certa direção, você está tentando controlar a reação dos outros às suas ações. No fundo, o seu desejo é controlar tudo, porque se sente inseguro na liberdade. Isso é realmente contraproducente e desgastante.


5. Ninguém sabe quem você realmente é

Para obter a aprovação dos outros, você precisa suprimir a sua verdadeira essência. Você nunca se permite relaxar para não “se perder no papel” e, como consequência, passa a vida inteira sendo alguém que não é e impedindo as pessoas de gostarem de sua verdadeira personalidade. Isso não é legal, você deve oferecer a si mesmo a chance de ser apreciado verdadeiramente.

Esses são alguns perigos de colocar outras pessoas como prioridade em sua vida. Se identificar algum deles, trabalhe em si mesmo e equilibre as coisas, para o seu bem.

Compartilhe o artigo em suas redes sociais!

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.