As pessoas sempre terão o melhor de mim, mesmo que não mereçam

As pessoas sempre terão o melhor de mim, mesmo que não mereçam. Aquela velha conversa de que cada um tem de mim aquilo que merece não é o meu lema porque eu trato todos da mesma forma. Todos sempre terão de mim tudo aquilo de melhor que eu sou.

Porque os que mais me tratam mal ou que plantam mal em minha vida são aqueles que mais precisam de exemplos para ver que a sua maldade não pode ser plantada em quem tem o coração aberto, apenas para aquilo que melhora a essência.

Tenho barreiras contra o mal, o amor que está no meu coração é maior do que qualquer sombra de escuridão que queira me matar por dentro.

Dessa maneira, as pessoas sempre terão o melhor de mim, mesmo que não mereçam, porque as falhas delas não podem ser justificativas para que eu me torne alguém que eu não admiro, suas faltas não podem e nunca serão capazes de me modificar porque não me meço pela medida alheia.

A minha essência nunca será transformada no reflexo dos outros ou do que os outros querem que me transforme. Porque as mudanças são sempre bem-vindas, se forem para melhor, mas, se nos transformam para pior, não são dignas.

Assim, se me derem o melhor, retribuirei com o meu melhor, mas se me derem o pior, também retribuirei com o meu melhor, porque o que me alimenta por dentro é o que eu semeio todos os dias, é aquilo que pratico cotidianamente.

Não posso aceitar ser morta por dentro porque os outros querem que eu plante ódio.  A pior ferida é aquela que permanece porque deixamos brotar e se enraizar em nós, aquelas que mantemos em nós, apesar de não serem dignas de ficar.

Por isso, não cultivo feridas e nem aquilo que me fere por dentro, descarto o que não me preenche e sou muda para aquilo que me retalha, fico cega para atos alheios que querem me fazer desabar.

A minha estrutura é a fé que carrego dentro de mim e, para fazer jus à minha crença. Não posso aceitar em minha vida coisas ou pessoas que me intoxicam de todas as maneiras, sufocando a minha felicidade e a minha capacidade de plantar sementes de amor, gratidão e de paz por onde eu passo.

Admiro as pessoas que pregam o amor e que o fazem o seu objetivo de vida maior todos os dias quando se levantam da cama, porque para semear o mal já têm muitos. O que falta ao mundo são pessoas que saibam que a única mudança possível é aquela que planta o amor, só assim poderemos conquistar uma melhora para o todo à nossa volta. Enquanto acharmos que dando o mal para quem nos faz mal e amor para quem o semeia em nossa vida, estaremos estupidamente enganados.

Porque o único que pode matar a maldade é o amor, que devemos cultivar em nós e plantá-lo nos outros e nos caminhos pelos quais passamos. 


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: halfpoint / 123RF Imagens



Deixe seu comentário