ColunistasSuperação

As provações fazem parte do percurso. Comprometa-se em abraçar as dificuldades com amorosidade

As provações fazem parte

Comprometa-se a abraçar as dificuldades com amorosidade. Fazemos escolhas em todos os momentos, quando desejamos algo, desejamos também sair da nossa zona de conforto para conquistar.



Incontáveis vezes pedimos aos céus olhares atentos para os nossos desejos mais íntimos.

Não sabemos ao certo se tal pedido, quando realizado, será realmente bom para nós. Mas mesmo assim, insistimos em pedir.

Com fé e um pouco de sorte, acabamos sorteados pelos céus e nossos desejos recebem energia extra para serem realizados. Perceba que, quanto mais perto chegamos de tal realização, mais somos postos a prova. Parece que algo muito maior quer nos dizer: é isso mesmo que você quer?


Uma verdadeira lição sobre escolhas começa aí.

Se quisermos verdadeiramente, a realização se torna semente e dali nascem os primeiros brotos. Diante de qualquer dúvida a proposta é declinada, e passamos a entender que, talvez, aquele desejo que parecia tão certo, não era bem assim.

O desejo verdadeiro é carregado de provações. Não espere um caminho fácil, não desanime achando que será difícil demais. As provações fazem parte do percurso que, vale lembrar, você escolheu.

Comprometa-se em abraçar as dificuldades com amorosidade. Fazemos escolhas em todos os momentos, quando desejamos algo, desejamos também sair da nossa zona de conforto para conquistar.


Quanto mais perto você estiver do seu objetivo, mais dificuldades apareceram. Não é a toa que depois de períodos bem turbulentos, chega como prêmio, além do desejo realizado, a calmaria.

Para degustar a calmaria é necessário ter sabedoria.

Ao alcançar o objetivo final não pense no próximo. Aproveite para relembrar o caminho e veja como você é especial diante dos céus. Você conseguiu aquilo que queria.

Agradeça. Vivencie. Presencie. A calmaria é para ser apreciada sem pressa. Calmaria não se mistura com novos objetivos.



Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: nickolya / 123RF Imagens


Animais também são curadores

Artigo Anterior

Como lidar com a vulnerabilidade?

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.