publicidade

As relações mais ou menos. São tantos menos, que falta o mais.

Em tempos de amores descartáveis, saber que ainda existem pessoas e casais que estão dispostos a vivenciar “relações mais”, em todos os sentidos, serve de alento para aqueles que ainda não encontraram o amor de sua vida, mas têm a plena convicção de que isto é uma questão de tempo.



Estes dias estava eu, jantando fora e uma cena me chamou muito a atenção. Tinha um casal que não conversava. Ambos cabisbaixos, olhando para seus pratos e em todo o tempo em que dividimos o mesmo ambiente, por volta de 40 minutos, eles não trocaram sequer uma palavra. E não, não mexiam no celular ou tinham qualquer outra distração.

Nós as Divs, achamos esta situação tão deprimente que nos levou a este tema. Claro que não sabemos e nem temos como saber se é ou não o que este casal está passando, mas é cada vez mais comum as relações mais ou menos.

O que seria isso? Bom, para nós, as Divs, as relações mais ou menos são aquelas em que as pessoas não se entregam de verdade, onde tudo é vivenciado de uma forma superficial, sem se aprofundar e por consequência sem se envolver.

Ter apenas conversas superficiais, falta de propósito na relação (não saber com qual objetivo se está junto do outro), falta de: entusiasmo, paixão, vontade de estar junto. Não há uma única definição ao certo.


São tantos menos, que falta o mais. O que seria o mais em nossa opinião? Seria vibrar, por uma singela demonstração de carinho ou de atenção para com o outro, pela conversa ao pé do ouvido ou mesmo estar junto sem trocar uma palavra e mesmo assim saber que está tudo bem. Pelo contato. De pele, de toque, de cheiro. De sentir e de saber. De saber quem o outro é de verdade e vice-versa. Por estarem dispostos a crescer juntos, bem como a lidar com todos os problemas. Também juntos.

Em tempos de amores descartáveis, saber que ainda existem pessoas e casais que estão dispostos a vivenciar “relações mais”, em todos os sentidos, serve de alento para aqueles que ainda não encontraram o amor de sua vida, mas têm a plena convicção de que isto é uma questão de tempo.


Porém a pergunta que fica é: por que tantas pessoas têm medo do envolvimento? De se entregar e viver um grande amor?

O nosso conselho é: não seja uma pessoa mais ou menos, em nenhuma esfera de sua vida e principalmente no que se refere a relacionamento a dois. Seja sempre mais!

Finalizarei com uma frase que nós, as Divs, gostamos muito e que temos colocado em prática sem medo de ser felizes:

“Opte por aquilo que faz seu coração vibrar, apesar de todas as consequências” – Osho.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / gstockstudio

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.