3min. de leitura

As tempestades passam, mas elas são necessárias

Algumas pessoas se afastarão de você, e isso não é ruim. Dói um pouco no começo, mas no todo não é ruim. Novas pessoas aparecem, que talvez não teriam aparecido, se outras não fossem embora. As tempestades passam, mas elas são necessárias.



É isso que faz a vida girar. Pessoas vão e vêm das nossas vidas, relações se iniciam e terminam e por aí vai.

É assim que aprendemos neste planeta. Só que não somos treinados ao desapego, não é mesmo?

Somos muito bons em nos apegar, mas quando a roda gira e chega o momento de deixar o passado no passado, não conseguimos, ou não queremos.

No fim das contas, essa vida é muito mais sobre desaprender, do que aprender, porque o que é desapegar-se de algo, senão o fato de aprender a esquecer? Por si só isso é desaprender.


Por isso amo tanto a palavra paradoxo.

Não se deixe confundir, não diga que é amor aquilo que é apego. Amor não aprisiona, amor é baseado no sentimento de liberdade, é respaldo sincero que outra pessoa nos dá, sem esperar algo em troca.

Amor não dói. Saudades dói, injeção dói, tristeza dói, a dor dói, e o apego dói. Se tá doendo, então não é amor! Não se deixe confundir!

Se você está apegado(a) desapegue!  Vá viver, tem tantas coisas que você ainda não experimentou nesta vida, tantas pessoas que você ainda não conheceu!


Pare de focar na rotina, no que é seguro, deixe a roda girar e a vida, que está ávida por ser vivida e por surpreendê-lo.

Dê amor para o mundo e ele o retribuirá com amor. Porque se existe uma coisa que o universo  sabe é ser grato!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: heckmannoleg / 123RF Imagens

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.



Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.