ColunistasComportamentoRelacionamentos

Às vezes é preciso partir…

Eu sei que as vezes é difícil entender porque uma pessoa vai embora, sem deixar explicações ou chances.



Muitas vezes a dor é inevitável, mas sabemos sabemos que é preciso partir…

Eu entendo, é difícil. Tanto pra quem vai quanto pra quem fica.

Pra quem vai é difícil deixar um monte de possibilidades pra trás, pra quem fica é difícil deixar um monte de possibilidades à frente. A verdade é que nunca é fácil pra ninguém.


Ficam saudades, sonhos e um monte de coisas que a gente tem que esquecer. Mas a gente sempre sente quando deve ir. Me perdoe, mas eu sabia.

O meu futuro não era contigo e o meu presente não era mais feliz do seu lado, por isso parti. Parti, pois minha alma carecia de muitas aventuras que eu não poderia viver com você, por mais reconfortante fosse o seu abraço ou mesmo que o seu colo fosse o melhor abrigo que alguém poderia desejar.

Eu precisava abraçar o mundo e o seu era pequeno demais pra mim.

A verdade é que os amores vem e vão, mas as experiências ficam e foi isso que fui buscar quando virei as costas pra não te ver chorar. Eu perderia a coragem, se é que um dia a tive.


O seu amor me nutria, mas também me sufocava e me impedia ver além e de viver 100 por cento do que eu era e você jamais entenderia que na verdade eu que não cabia em mim.

Talvez um dia eu encontre alguém que me ame como você, talvez eu nunca entenda o que é esse amor que você tanto diz sentir e talvez você um dia perceba que ir embora foi a melhor maneira que encontrei de de demonstrar o quanto eu – mesmo que você não acredite – eu me preocupo com você.

Mas, por mais que a gente tente negar, não é pra ser e muitas vezes a dor é inevitável, mas sabemos que é preciso partir…

E foi por isso eu fui embora, mesmo querendo ficar.


Não existe dia ruim quando existe vontade!

Artigo Anterior

Obrigada por não ser um príncipe encantado…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.