ColunistasEspiritualidade

Às vezes, precisamos deixar o silêncio responder algumas perguntas…

Às vezes precisamos deixar o silêncio

Às vezes, precisamos colocar o mundo no modo silencioso, e deixar o silêncio responder algumas perguntas que vez ou outra aparecem para nos atormentar.



Às vezes, precisamos de quietude para poder ouvir as batidas do nosso próprio coração, para poder apaziguar essa briga constante entre a razão e a emoção.

Uma mente barulhenta não ajuda, não resolve, não constrói nada, e pode, infelizmente, tornar-se nosso pior inimigo.

Nossa mente é o nosso estado de consciência, ela permite que expressemos nossa natureza humana.


Nossos sentidos, personalidade, pensamentos, desejos e comportamentos são guiados por ‘ela’, então, é importante que a gente aprenda a observar os sinais de uma mente cansada, e que não está trabalhando em nosso favor.

É necessário reconectar-nos com a nossa matriz, nossa essência precisa vir à tona , e a única maneira de fazermos isso, é através do silêncio, da busca interior, do autoconhecimento que promove a evolução.

Eu sei que para alguns parece conversa de gente doida, mas, talvez, seja esse o segredo, sermos gente doida, porque os que se autointitulam normais, não parecem estar muito felizes.

É só olhar a sua volta, com cuidado, quantas vidas perfeitas nas redes sociais, quantos rostos esbanjando alegria, sucesso, beleza, e quantos olhos tristes, desmentindo tudo isso.


A nossa geração está deixando um rastro nebuloso por onde passa. Nada mais parece real, as interações, os relacionamentos, as amizades, já não são mais as mesmas. Não quero culpar a difusão prolífera das redes sociais, mas sim refletir em como as usamos e nos comportamos.

Porque e para que tanta futilidade? Porque o desespero em acumular seguidores likes e inflar o ego?

Tornamo-nos zumbis, que não sabem mais viver na realidade e estamos perdidos em algum lugar desse mundo virtual, que é vazio e fugaz.

Mas como acalentar esse vazio sufoca tantas pessoas? Infelizmente, para essa pergunta temos respostas individuais.


Qual é o seu vazio? Qual é o seu abismo?

Só você pode restaurar qualquer peça quebrada no quebra-cabeças da sua vida.

Aquiete-se, procure-se, encontre-se, e quando tomar posse de sua essência, não tenho medo de transbordar.

Conheça a si mesmo, entenda-se e cure-se.


Todos lutamos batalhas silenciosas, todos os dias, que a maioria das pessoas nem imagina que estamos enfrentando, então, em um mundo de tantos vilões, seja seu próprio herói, e salve-se!

Escolha um padrão e veja o que ele diz sobre sua personalidade!

Artigo Anterior

Demorei a entender que eu preciso mais de mim do que qualquer outra coisa!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.