Assim como a lua, nós devemos passar por fases de vazio para poder nos completar novamente

Nossas vidas são construídas de forma muito semelhante ao ciclo da lua. Assim como ela, estamos a todo momento passando por fases, cada uma com um propósito diferente e fundamental para a nossa jornada.



Em alguns momentos, sentimo-nos mais evidentes e em maior ascensão, em outros percebemos que estamos um pouco mais solitários, apagados. Podemos ser levados a acreditar que devemos estar o tempo todo em nossa fase “cheia”, muito vistosos e preenchidos com todas as coisas que desejamos, mas a verdade é que todas as fases possuem a mesma importância e, se não vivermos todas elas, não conseguiremos viver a nossa trajetória da forma correta.

Assim como a lua, nós precisamos passar por todos os nossos ciclos.

Se insistirmos em viver apenas em um deles, não viveremos as experiências necessárias para crescermos e nos tornamos a melhor versão de nós mesmos.

Podemos almejar estar completos, mas para isso é necessário também passarmos por momentos de vazio, de menos interação social e mais cuidado interno, porque toda pessoa que realmente é feliz, sabe cuidar de seu interior.


Nós precisamos aprender a aceitar que nem sempre estaremos no melhor momento da vida, e que isso é normal. Precisamos compreender que, assim como a lua, em alguns momentos estaremos solitários, quase invisíveis, e que isso é importante para que possamos nos renovar e aparecer para o mundo mais belos e brilhantes do que nunca!

Nós nem sempre nos sentiremos cem por cento satisfeitos com as nossas vidas, e isso faz parte da nossa jornada.

Portanto, não se culpe cada vez que entrar em novo ciclo, acreditando que ele representa o fim dos seus objetivos e sonhos, porque não é assim. As coisas apenas acabam quando desistimos de lutar por elas.

Aprenda a compreender as suas fases e valorize-as, porque todas elas são fundamentais para que você esteja sempre bem e seja capaz de seguir em frente. Aproveite os momentos de evidência, mas saiba apreciar as fases de solidão. Tudo na vida tem a sua beleza e a sua importância.


Nós somos como a lua, alguns dias estamos mais bonitos e chamativos; em outros momentos, poderemos parecer ofuscados, mas o que realmente importa é como nos relacionamos com nós mesmos.

Ainda que estivermos em nossa pior fase, se soubermos apreciá-la e aprender as lições que nos ensina, estaremos com o coração em paz e brilharemos com muito mais força e confiança.



Direitos autorais da imagem de capa: Ahsan Avi/Unsplash.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.