ColunistasReflexão

Até onde você iria pelos seus sonhos?

ATÉ ONDE VOCÊ IRIA PELAS SEUS SONHOS

AVISO: Este texto contêm acidez, constatações que podem ser duras e verdades difíceis de engolir. Prossiga apenas se estiver ciente que esta crônica não é daquelas ‘água com açúcar’.



Dado o aviso, começo minha conversa contigo. As perguntas são muito simples: Até onde você iria pelos seus sonhos? Em quantas parcelas você pagaria o preço por eles? Por cima de quais conceitos, crenças e desejos você passaria para conquistá-los?

Parou pra pensar nisso tudo? Eu também costumava ter essa tua alma pura, esses olhos brilhantes e esse discurso conquistador. Quando se dá os primeiros passos em direção a grandes ambições, a questão colocada pra gente é apenas aquela que pergunta sobre a distância para se chegar lá.

É óbvio que a motivação a todo vapor vai responder tranquilamente que estamos dispostos a correr os riscos e apostar todas as fichas nos objetivos de nossas vidas, naquelas coisas mágicas que costumámos chamar de SONHOS. Então é dada a largada – geralmente na juventude – e disparamos numa maratona comprida e cheia de obstáculos.


ate-onde-voce-iria-pelas-seus-sonhos

Então aí eles começaram a aparecer. ‘Quem são eles? Quem eles pensam que são’, dizia uma sabia canção do Gessinger. Eles, nesse caso, são os outros. As pessoas que vão entrar nas nossas vidas e mudar todas as coisas.

Vão vir os amigos pra vida toda que vão te segurar a mão e correr do teu lado. Vão vir os amigos que vão te trair e virar inimigos ao longo do percurso. Vão vir os inimigos que nem vão tentar se passar por amigos; vão apenas te agredir, te passar rasteiras e te fechar as portas. Até onde você iria pelos seus sonhos?

E se apostar tudo neles significar fazer escolhas sem volta? A faculdade vai te tomar um precioso tempo da juventude. A falta dela vai te trazer uma série de incógnitas sobre o futuro.


Se a guria que faz teu coração pulsar quiser te namorar, você vai perder as melhores histórias que viriam com os amigos. Se você optar pelos parceiros de festa, quem sabe a guria vai encontrar um cara disposto a fazer o que não foi feito por ti.

Afinal, quais são seus sonhos? Você ao menos tem certeza do que quer?

Esperar pra tomar decisões vai te fazer perder a valiosa mocidade e as ocasiões desses dias únicos. Tomar elas muito cedo vai te fazer pagar o preço da dúvida nos dias quem que você resolver olhar pra trás e se perguntar se fez a escolha certa.

Ah, vida… Tão cheia de oportunidades e rápida demais.


Vai morar no exterior e perder a chance de conviver com teus pais enquanto eles ainda têm saúde? Ou vai ficar preso à família e se dar por conta de que um certo dia vai ser tarde demais pra jogar tudo pro alto e tentar algo completamente novo?

Me perdoe se usei tantos pontos de interrogação nos últimos minutos, mas ando preocupado contigo.

Afinal, você vai ter filhos cedo e trocar noites épicas por responsabilidade excessiva ou vai casar depois dos 30 e tantos e ver seus filhos crescerem com um pai velho demais?

E se você nem casar, aproveitar tudo que a vida oferece e chegar no fim dela sozinho vai ser melhor que passar ela inteira com alguém do seu lado e simplesmente não saber NADA sobre como são – de verdade – as pessoas e o mundo lá fora?


Quando o sucesso chegar, acompanhado do dinheiro, você está disposto a viver com gente querendo te derrubar toda hora? Ou seus sonhos são modestos demais despertar a inveja dos outros? Não adianta. Por mais simples que seja a tua vida, se for visível que você é feliz vão sentir aquele maldito sentimento que corrói o ser humano: a inveja.

Agora me diz: quem é você? Daquele tipo que passa por cima de quem aparecer no caminho ou daquele que tenta contornar? Às vezes a vida nos obriga a fazer coisas questionáveis. Às vezes nosso caráter e alma limpa vão se sujar um pouco pelas ofertas de facilidade ou pelos acessos de dificuldade. Você se sujaria pelos seus sonhos?

Pode ficar tranquilo, meu amigo. Pensa bem, nem precisa responder agora. E se quiser responder, saiba: eu não vou te julgar. Eu também já fiz coisas que eu mesmo condenaria um tempo atrás. Mas a vida e as experiências dela nos fazem mudar. O mundo nos faz mudar de ideia sobre inúmeros conceitos e têm horas que você vai virar vilão querendo ser herói.

sonhos


Tenho certeza que você sempre foi bem intencionado, mas mesmo assim tem gente que te odeia. Não estressa mais com isso: eu te conheço e sei que a pessoa aí dentro é boa.

Manda eles pra’quele lugar e corra atrás dos teus sonhos incansavelmente. Mas, voltando ao assunto, até onde você iria por eles?

Apesar de tudo…

Artigo Anterior

Eu não vou me cansar de você…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.