Até quando é saudável insistir?

4min. de leitura

Se você insiste em algo porque, de alguma forma, o faz realmente feliz, amém! Mas, quando você insiste por medo da solidão, medo de não encontrar algo melhor, por costume, ou por pena, devo lhe dizer que está na hora de parar!



Primeiramente, quero dizer que não há uma verdade absoluta, e que esse espaço é para que pensemos juntos. Todos nós já estivemos em uma situação caótica, onde tudo o que era feito parecia piorar, e não importava quão boa era a intenção.
Todos nós já entregamos até a última gota do suor, só para tentar fazer dar certo, para prolongar um pouco mais o dia bom.
Acredito que todos nós já nos anulamos alguma vez acreditando ser o mais fácil, já que a segunda pessoa ficaria feliz e não haveria desentendimentos.
E se você nunca fez isso, com certeza alguém fez por você, e você é o vilão deste texto (Eu até ri agora, mas é sério). Continuando…

Quem nunca deixou uma conversa para lá, ouviu uma palavra dura e ficou em silêncio, já perdoou  mais de uma vez o mesmo erro? Quem nunca deixou de fazer algo só para não desagradar alguém, que talvez nem merecesse tanto assim?!
Quantos de nós já nos sentimos esgotados, feridos e desvalorizados a ponto de chutar o balde, mas alguma coisa tão pequena se transformava num mundo e decidíamos insistir um pouco mais?

Todos nós já doamos mais do que tínhamos, em algum momento na vida. E tudo bem, o problema é quando insistimos em algo por motivos errados.

Se você insiste em algo porque, de alguma forma, o faz realmente feliz, amém! Mas, quando você insiste por medo da solidão, medo de não encontrar algo melhor, por costume, ou por pena, devo lhe dizer que está na hora de parar!
Não quero ditar a sua vida, eu odeio que ditem a minha. Não estou aqui para julgar, só quero bater um papo, pensar e repensar.


Deixa eu contar uma coisa para vocês:
Eu, às vezes, olho o presente e me pergunto: ” Será que quero tanto isso no meu futuro, para que eu insista de tal forma?” “Será que vale a pena eu me matar tanto para lidar com determinadas coisas que, definitivamente, odeio?”

E quando tolero os mesmos problemas eu me pergunto: ” Até quando é saudável insistir?” 

Eu adoraria saber a hora de parar, de dizer: Olha, de acordo com as normas estatais de insistências, o limite foi excedido e precisamos fazer a suspensão imediatamente.

Mas como isso não existe, precisamos nos esforçar para entender mais sobre o que cabe em nós e o que queremos guardar. Devemos olhar para frente com mais certezas e buscar a nossa felicidade individualmente.


Como disse acima, insistir enquanto houver a felicidade como recompensa.

Um dia você vai encontrar alguém que vai valorizar cada detalhe seu.  E não me refiro unicamente a um relacionamento conjugal, isso serve para amizades, família, parentes, colegas de trabalho, etc.

Rodeie-se de amor, de boas energias, de paz, de pessoas com a alma aberta a você, na mesma proporção que você abre a sua. Não sobreviva de migalhas. Somente, viva.


Direitos autorais da imagem de capa: .wallpapermaiden – wallpaper/1871

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.