publicidade

Até que eu sou “da hora”!

Até que eu sou “Da hora”!



Naqueles dilúvios de meia hora que acontecem em São Paulo, onde do nada, todos faróis quebram, todas as ruas alagam, estava indo ao cartório.

Documento mais protegido que eu, quase a hora de encerrar o funcionamento. Correndo; eu sempre correndo. Entoando o mantra: detesto molhar meu pé!

Ufa! Deu tudo certo. Saí aliviada. Aquele momento sem dignidade alguma; na calçada, toda molhada, coque no cabelo; o que restou da correria na chuva; checando as moedas do troco, comprovante, cópia simples, autenticada. A firma reconhecida…. E ouço:


-Bonita hein, cara!

E eu penso: nossa, bonita é um elogio raro. Eu nesse estado! E eles estão falando entre eles, num ar respeitoso. Ah! Achei fofo!

-Quê?! Muito da hora!


E eu penso: Hum! Sou da hora! Hehe

-Essa eu casava e sumia no mundo.

E eu pensando: sou casada! Mas sumir no mundo… Nem parece má ideia: Uhuu! Sair, curtir, viajar, programas, passeios, sol; meu pé seco! Humm!

-E o pneuzão largo?!

Penso: OPA! Aí não né, meu amigo; não tenho pneus assim, quem dirá largos!

Olhei instantaneamente, como quem diz: como assim?! E lá estavam eles, com as mãos para trás, olhando de cima abaixo para ela.

Uma moto! Verde limão. Dessas que voam pela Bandeirantes. Que já vem com um bonequinho do Jaspion em cima. Dessas motos com o popô mais empinado que o meu. Com um pneuzão realmente largo!

Eu não existia no mundo naquele momento. Nem me viram!

E penso: Ridículos!

Voltei para minhas moedas. Voltou a chover! Olha lá meu marido parado quase na esquina me esperando, para evitar a zona azul. Vou pulando amarelinha para desviar das 45 poças d’água, entoando o meu mantra: bosta! Detesto molhar o pé!

Entro no carro, ele fala: tudo bem? Nem respondi.

Já na garagem, ainda atordoada; pergunto como quem não quer nada:

-Amor, você me acha da hora??

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.