Notícias

Ator Alain Delon pede para morrer por eutanásia: “Envelhecer é uma merda”

Foto: Depositphotos.com
Alain

Grande nome do cinema internacional, conhecido por clássicos como “O Leopardo” (1963), “O Samurai” (1967) e “A Marca do Zorro” (1975), Alain Delon está pronto para morrer, segundo o filho do ator francês, Anthony Delon. Ele declarou que o pai, que sofreu um duplo AVC em 2019, decidiu acabar com a própria vida, aos 86 anos, por meio da eutanásia.

Em entrevista à revista francesa Le Point, Anthony contou que Alain, que mora na Suíça, onde o procedimento é permitido, pediu para que o filho organizasse o processo para terminar a sua vida. Em declarações passadas, o ator já havia dito ser a favor da eutanásia e que não se oporia a usar do método, caso necessário:

“Sou a favor. Primeiro porque moro na Suíça, onde a eutanásia é legal, e também porque acho que é a coisa mais lógica e natural a se fazer”, declarou a um canal de televisão francês. Terminar a vida por meio da eutanásia também era um desejo da esposa de Alain, a atriz Nathalie Delon, que faleceu aos 79 anos, em janeiro de 2021, de um câncer no pâncreas.

“A partir de uma certa idade, de um certo momento, a pessoa tem o direito de sair tranquilamente, sem passar pro hospitais, injeções e o resto”, acrescentou. “Envelhecer é uma merda! Você não pode fazer nada sobre isso. Você perde o rosto, perde a visão. Você levante e, caramba, seu tornozelo dói.”

0 %