A vida é um eco

Quero falar de Aula de vida.



Há instantes me questionei: podemos fazer vários cursos,

em várias modalidades e como seria uma aula de vida?

A vida é uma formação continuada, não acaba nunca.


Há dever de casa todos os dias, aprendizados sem fim.

E como ensinar, como aprender?

Para a aula de vida, elaborei 10 grandes lições (que não são as únicas).

1. Livre-se do medo e das amarras


Para viver melhor, recriar-se e escolher novos rumos, é fundamental livrar-se do medo…

(inclusive do medo de dar certo), das amarras.

Pode não parecer à primeira vista, mas o grande empecilho da vida é nossa disponibilidade e a libertação do medo, muitas vezes, escondido na alma da gente.

tumblr_lgfj9xzxwi1qeobygo1_500


2. Aprenda a dançar na chuva

Nós não somos felizes apenas quando tudo está perfeito.

Há felicidade do caminho, da identificação de um problema, chamamos de felicidade em meio à tempestade.

No meio da tempestade, já sabemos que virá um momento de luz no fim do túnel.


Então dance na tempestade que a claridade na sua vida não tardará.

3. Absorva o aprendizado de todos os caminhos

Não importa se o caminho é certo ou errado, podemos aprender com qualquer escolha. As boas e as ruins inclusive.

Na verdade, o grande aprendizado vem dos caminhos errados.


Por eles, descobrimos novas oportunidades, novas vertentes.

E do erro vem a luz do acerto e certamente a luz mais brilhante que há.

4. Escute a vida

barulho-do-mar


Para aprender a viver, escute a vida.

Quantas vezes estamos tão focados nos problemas que não conseguimos escutar o que está à nossa volta,…

você já se deu conta?

Tanta coisa boa à nossa volta e só atentamos para o que dá errado.


Não há mistério: a vida nos fala o tempo todo, às vezes estamos surdos e não conseguimos escutar os fluidos positivos da vida.

Eu posso te assegurar: os bons fluidos estão aí, você só precisa abrir bem os ouvidos.

5. Mude de sintonia

Na aula da vida, você precisa mudar de sintonia.


Ouça novas pessoas, escute novos sons. Mude o seu passo,

sente numa cadeira diferente, coma outras coisas, altere seus hábitos.

Quando mudamos a sintonia da vida, a vida muda a vibração em nossa direção.

quer mudar de vida, mude de sintonia

Basta começar com pequenos atos, simbólicos.

Desenhar novos traços na sua vida.

Devagar e sentindo a sintonia mudar em cada momento.

6. Seja protagonista da sua vida

Na sua vida, não aceite o papel de figurante.

Assuma o papel de protagonista e é ele que dita o ritmo do ensaio, o ritmo do espetáculo.

É o protagonista que cria as ações mais importantes.

Domine a cena e entre no palco da vida como o grande protagonista.

Os protagonistas regem o espetáculo.

7. Movimente-se

Mantenha-se em movimento, não entre em estado de estagnação.

O estado de momentânea “paralisia” leva você a becos escuros e à depressão.

Esteja conectado com caminhadas, escolha um esporte, um hobby, uma atividade de ação.

O movimento físico cria o movimento mental e vice-versa.

8. Agarre-se à memória da alegria e do sorriso

como-ser-gentil-cordialidade-sorriso

Boas lembranças, sensações gostosas, um olhar, uma palavra, uma música criam novos momentos felizes.

É a alegria em cadeia.

Traga cada pontinho bom para sua memória consciente.

Você vai sorrir quando lembrar.

E criar a alegria interior que impulsiona outra alegria e mais outra e assim por diante.

9. Emita um eco positivo

Quando emitimos ecos positivos… Recebemos respostas do universo. Mais positivas ainda. 

Entre no ciclo de um novo eco.

A vida é um eco

É um grande equívoco achar que o erro está no que a vida te manda, na verdade é você que atrai.

Jogue o ímã ruim no lixo mais próximo de você e emita um novo eco.

Novas sensações virão, aguarde.

10. Liberte-se (e se necessário escolha um mentor de vida)

Liberte-se do que sempre pensou e do que sentiu.

Quebre seus paradigmas.
Reúna suas forças e inicie uma nova vida dentro da sua vida.

Fale de presente, ninguém vive no passado.

Jogue-se no ar, no mar, na terra.

Vá ao encontro do abraço, do beijo, do carinho.

E, se sentir dificuldade, eleja um mentor na vida,

alguém que você admira.

Pode ser pai, mãe, irmãos, amigos ou alguém que você admire muito.

Espelhe-se nessa pessoa, interaja.

Crie conexões.

Juntos é sempre bom redescobrir e recriar a vida.

e-que-venham-novos-sorrisos

Por Vera Lorenzo

O que é ter sucesso ou experimentar do sucesso?

Artigo Anterior

Como exercitar o não – a vida começa onde termina a zona de conforto!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.