Brunno Leal
Niteroiense, leonino, servidor público. Um reles observador das miudezas dessa vida. Gosta de rascunhar trivialidades e de dar cor àquilo que passa em branco. Até hoje não sabe por que escreve e sinceramente, morre de medo de um dia descobrir.

Posts navigation