Letícia Soares
Letícia Soares, 21 primaveras vividas, e escritas. Sempre cortei o bolo debaixo para cima. Acredito em sorte, no aniversário e também pela vida. As palavras dançam na minha mente como a música dança na cabeça das bailarinas. E enquanto eu não acho o meu ritmo na vida, aos meus sonhos que não podem ser vividos, que sejam, por enquanto, pelo menos escritos.