ColunistasEnergias

Autocura: só por hoje, seja a melhor versão de si mesmo!

autocura

Estou praticando ter expectativas positivas, pensamentos de gratidão que me motivam a continuar evoluindo.



Com gratidão, nessa minha melhor versão de mim mesmo, o que me dá uma tremenda felicidade é quando consigo contribuir com o que tenho de melhor para o mundo, isso faz parte da minha missão.

É isso que eu quero, e é onde pretendo chegar.

Entender melhor o sentimento, de dentro pra fora, das pessoas e escutá-las, e daí ser entendido e escutado também, com calma, e mais paciência, é o que eu mais desejo.


Nesta caminhada, o que tem significado real para mim é contribuir com valor, isso me deixa muito feliz!

Querer forçar um faz de conta dizendo: está tudo bem, está tudo lindo, lindão, maravilhoso, da hora, tudibom, etc, quando apenas poderia dizer: não, na verdade não está.

Na minha autocura psicológica, agora estou consciente de que, e já faz um tempo, por causa da frustração de ter atrasado a materialização de algumas coisas, isto gerou uma tremenda expectativa negativa, que foi crescendo dentro de mim.

E daí, minha vibração e frequência ficaram negativas, tornando meu sentir negativo, começando a me destruir internamente e afetando pessoas próximas.


Entender que eu não soube lidar com isso foi necessário.

“Só por hoje não tomo o primeiro gole.”

O presente e a ansiedade não convivem juntos no mesmo espaço.

Então, ancorando-me com o lema dos alcoólicos anônimos:


“Ficarei sóbrio, só por hoje.” Digo: “Ficarei bem, só por hoje.”

“Só por hoje, ficarei bem.” Tentarei,  cocriarei e cumprirei… ficar bem.

A minha meta é esta, e amanhã começo tudo de novo, até que se torne natural.

Neste momento, no presente, agora, e só por hoje eu viverei bem e com gratidão serei minha melhor versão de mim mesmo. Seja você a melhor versão de si mesmo! De si mesma!


Você, só por hoje, viva bem!

Gratidão! Namastê! Namo Amituofo!



Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / artoleshko

Como solucionar conflitos pessoais?

Artigo Anterior

Antes de sofrer, pergunte-se: será que vale a pena?

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.