Notícias

Autor confirma ajustes em novela global após morte de Marília Mendonça

novela mudancas atores

Com estreia marcada para o dia 22 de novembro, a nova novela das sete da Globo, Quanto Mais Vida, Melhor!, tem como pontapé inicial a queda de um avião que une os quatro personagens principais.



Por causa da pandemia de Covid-19 e da recente tragédia envolvendo Marília Mendonça, que faleceu na semana passada, aos 26 anos, em um acidente aéreo, a trama passou por mudanças. Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (10/11), o autor Mauro Wilson e o diretor artístico Allan Fiterman confirmaram os ajustes.

“A gente tentou fazer uma novela que mostrasse o lado leve da vida. O nome era Era a Morte Pode Esperar. Mas depois da pandemia a gente não viu graça nenhuma em usar esse nome. E a novela foi encaminhada para o segundo lado, da chance, da vida, com comédia, drama, romance, sem fugir do horário das sete. Tem muita coisa nova em Quanto Mais Vida, Melhor! Gente do elenco que vem do cinema, do teatro, que vai trazer um frescor”, conta Allan.

Na novela, quatro personagens totalmente diferentes, Neném (Vladimir Brichta), Paula (Giovanna Antonelli), Guilherme (Mateus Solano) e Flávia (Valentina Herszage) têm seus caminhos cruzados a partir de um terrível acidente aéreo.


Eles se encontram com a Morte (A Maia) e ela faz um aviso: um deles vai morrer definitivamente em um ano. Apesar de pertencerem a universos completamente diferentes, eles vão descobrir, aos poucos, que suas vidas já estavam interligadas.

“Se fosse na ficção, Marília estaria viva. A vida escreve roteiros ruins”, iniciou Mauro, explicando por que escolheu iniciar a história justamente com um acidente de avião. “Precisávamos contar essa história, de quatro pessoas que não conheciam, se encontraram e viveram essa fatalidade juntos, sem que nenhum dos quatro fossem culpados”, diz Mauro, que estreia como autor após 40 anos na Globo, atuando como roteirista.

Diferentemente dos outros folhetins globais, geralmente obras abertas, ou seja, escritas enquanto passam na TV, Quanto Mais Vida, Melhor! seguiu a dinâmica das maiorias das séries, que entregam suas temporadas completas.

Os atores, inclusive, já estão gravando as cenas finais essa semana. Wilson explica que embora tenha ocorrido uma conversa com a equipe sobre a tragédia envolvendo Marília Mendonça e outras quatro pessoas, “mudar a história agora seria impossível”, diz. “Mas em Quanto Mais Vida, Melhor!, a morte não representa o fim. A morte é o destino, algo que mudo tudo em volta delas. A morte é horrível, mas na novela é outra coisa”, comenta Wilson.


“A gente está gravando hoje o capítulo 161. Na edição, estamos no 75, sonorizando o 60. A novela deve estrear com 30 capítulos entregues, porque a gente realmente começou a gravar no ano passado, estamos produzindo há quase dois anos”, acrescentou Allan.

Wilson ainda explicou de onde surgiu a inspiração para a história. “A novela partiu de um especial que fiz em 2005, Os Amadores, que eram 4 homens que morrem no mesmo dia e voltam juntos.

Quando tive essa ideia, foi engraçado: eu tinha 40 anos e quase morri. Me engasguei sozinho em casa e não conseguia respirar. Foi horrível, não tinha ninguém pra ajudar. Eu só pensava em tudo o que ia perder. E veio a ideia de que aquilo seria uma segunda chance”, lembrou o autor.


Funcionários de igreja do pastor Valdemiro Santiago entram em greve

Artigo Anterior

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.