Autores que buscam inspirar x “criadores de polêmica”:

4min. de leitura

#NarrativasQueInspiram – Autores que buscam inspirar X “criadores de polêmica”

Verdade que assuntos polêmicos sempre chamam atenção tanto da mídia como do público. Porém há autores que querem apenas gerar uma polêmica para serem notados a todo custo, enquanto outros buscam mostrar uma realidade que desejam mudar ou um assunto que querem esclarecer. Incentivando diversas vezes a tolerância e o apoio a uma causa justa.



Não importante o tipo de narrativa, escrita ou audiovisual, no momento que um autor ou autora quer caracterizar uma realidade e personagem existente nela, o mínimo a fazer é uma pesquisa básica sobre o assunto.

No gênero ficção científica, por exemplo, por mais estranhos que certos assuntos sejam, a base dos roteiros sempre tem um rico conteúdo científico que pode ter origem em árduas horas de pesquisas do autor ou autora, ou com ajuda de consultores no assunto.

Um dos melhores exemplos da atualidade e uma clara dedicação e respeito ao público, é a série ‘Orphan Black’. Uma ficção científica onde assuntos como barriga de aluguel e clones são abordados como forma de esclarecer e inspirar o público leigo, fazendo todos pensarem melhor sobre esses assuntos tão polêmicos. Assim como é a realidade dos profissionais da área das ciências retratados pela produção.


Mesmo que o fator “ficção” permita uma certa licença poética na história de ‘Orphan Black’, há um ótimo trabalho de pesquisa por parte dos envolvidos com os roteiros de cada episódio produzido.

Também vemos em ‘Orphan Black’ a preocupação de pesquisar sobre cada assunto introduzido a trama, mesmo que não tenha relação com a parte da ficção científica. Isso porque há vários clones, mas cada um com vida e personalidade próprio, assim como família e amigos.

Por isso de forma a respeitar ao máximo a realidade e também os profissionais retratados na série, vemos clones, como seus amigos e familiares, que possuem trabalho e hobby dos mais variados. Como gostos marcantes. Há policiais, universitários, nerds, artistas, donas de casa, cientistas, militares e até os conhecidos no Brasil por 171. Além de mostrar pessoas com orientações de gênero, sem estereotipar ou discriminar. Não querendo contar uma história meramente especulativa e preconceituosa.


O que certos autores costumam fazer, pois só querem ser “criadores de polêmica”, já que não são capazes de escrever boas histórias.

‘Orphan Black’ é um trabalho de pura ficção, mas que mostrar a realidade como poucos fazem, criando polêmica para despertar as mentes, inspirando o pensamento questionador, e para responder certas questões pertinentes sempre que podem. Porque no saber está o esclarecimento, que é o primeiro passo para um mundo mais unido e menos preconceituoso.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.