Comportamento

Avó criou um perfil sincero do neto no Tinder: “Bagunceiro” e “péssimo na cozinha”

Capa Avo criou um perfil sincero do neto no Tinder

O rapaz não fazia ideia de que sua amada vovozinha criaria um perfil para ajudá-lo a achar o seu amor e muito menos que ela seria tão honesta sobre seus defeitos!



Uma senhora de 82 anos, cansada de ver o neto de 28 anos solteiro, achou uma resolução para o problema com as próprias mãos: ela criou um perfil no Tinder para ele.

E mesmo sendo sua avó e morando com ele, Trina Lazarus não escondeu os defeitos de Scott Lefever das possíveis pretendentes!

A descrição que a avó fez do partidão no aplicativo de relacionamentos deixava claro que ele era “bagunceiro” e “péssimo na cozinha”, dizendo que o único prato que ele sabia cozinhar era uma boa xícara de chá. Porém, a vovó deixa claro que Scott é muito esforçado e atencioso.


O rapaz ficou chocado ao descobrir da tentativa da vovó de brincar de cupido. No perfil hilário, Trina deixou claro que tinha sido ela quem havia criado a conta para ajudar o neto, inclusive se apresentando para quem quer que pudesse cruzar com o perfil de seu amado Scott.

Na descrição do perfil do Tinder, ela diz que Scott estava solteiro havia mais de dois anos e achava que ele precisava de sua ajuda para achar uma namorada. Ela complementa falando que ele é um neto adorável, mas muito desarrumado, péssimo na cozinha, porém muito trabalhador e esforçado, amante de filmes, programas de TV e caminhadas. No fim do texto, Trina convida todas as pretendentes que se interessarem por seu neto querido a arrastar para a direita e começar uma conversa com ele.

2 Avo criou um perfil sincero do neto no Tinder

Direitos autorais: reprodução Facebook/Scott Lefever.

Inicialmente, Scott ficou constrangido com a coisa toda, mas por fim postou o link do perfil em seu Facebook, para todos os seus amigos verem a proeza de Trina. Após a irritação por sua avó chamá-lo de bagunceiro na internet, ele rapidamente viu o lado engraçado da história e entendeu que sua atitude partiu de um local de muito afeto e cuidado.


Com cinco dias da “intervenção” da vovó, Scott já havia conseguido 26 matches e entrou em contato com várias moças que viram a descrição amável de Trina, que ficou impressionada com os números. Mesmo enquanto criava o perfil, ela não imaginava este nível de respostas tão rápido.

Porém ainda é incerto se esse solteirão vai mudar seus hábitos, pois Scott diz gostar da vida de solteiro e prefere sair ao invés de ir a encontros para conhecer melhor uma mulher. Ele diz ficar entediado muito rapidamente e afirma que apenas ainda não conheceu a moça certa.

Scott diz que essa foi a primeira vez que sua avó fez algo desse tipo, mas ela sempre avisava que tomaria uma atitude sobre sua solteirice, ele apenas não acreditou. Uma coisa é certa: o coração da vovó estava no lugar certo, embora suas atitudes possam ter causado embaraço. A senhora descreve Scott como um neto atencioso, que cuida muito bem dela. Seu desejo com toda a brincadeira era apenas que ele encontrasse uma garota para namorar se acalmar o quanto antes.

3. Avo criou um perfil sincero do neto no Tinder

Direitos autorais: reprodução Facebook/Scott Lefever.


Mas Trina tinha também um pensamento em longo prazo! A vovó admitiu que criou o perfil na esperança de conseguir alguns bisnetos. A senhora, que já foi miss, já acumula cinco netos e três bisnetos, e disse que gostaria de mais um, filho ou filha de Scott, antes de falecer.

O caso inusitado chamou tanto a atenção, que um representante do aplicativo de relacionamentos em que o anúncio da vovó circulou, o Tinder, redigiu uma declaração sobre o perfil que Trina criou para Scott. A empresa declarou que achou a atitude muito acertada, afinal ninguém conhece seu verdadeiro “eu” tão bem quanto sua avó, logo não existiria ninguém melhor para ajudar o neto na descrição do seu perfil na plataforma.

Existem 7 animais nesta imagem, mas só aqueles com visão perfeita são capazes de identificá-los

Artigo Anterior

Por que quanto mais envelhecemos, mais difícil é suportar as pessoas? Um estudo parece ter a resposta

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.