Babá doa parte do fígado e salva a vida de criança de um ano de quem cuida

Você já teve uma babá? Se sim, sabe o quão positivo isso pode ser! As babás são mais do que apenas pessoas que nos cuidam quando nossos pais não estão em casa, elas se tornam uma grande parte de nossas vidas, pois construímos um vínculo muito forte de amizade e união com elas, e mesmo quando somos adultos, ainda guardamos em nossa memória todos os momentos que tivemos com elas.

Uma babá norte-americana, no entanto, atingiu um novo nível com a garotinha de quem cuida, na cidade de Nova Jersey, EUA e acabou emocionando todo o mundo com a sua história.

Kiersten Miles, de 22 anos, foi contratada para ser babá de três crianças, entre elas, Talia Rosko, que tinha apenas 1 ano e 4 meses, e foi diagnosticada com uma doença hepática rara, que poderia ser fatal. Um tempo depois, em junho de 2016, a situação de Talia piorou e ela precisava de um novo fígado para sobreviver à doença.

Ninguém da família era compatível, e eles estavam correndo contra o tempo para encontrar um doador, antes que fosse tarde demais. Kiersten havia de apegado muito à Talia e seus irmãos, e ver a família naquela situação era muito triste. Ela resolveu fazer o teste de compatibilidade para ajudar a salvar a vida da criança, e se surpreendeu ao saber que era compatível!

Quando tomou a decisão de realizar a cirurgia, algumas pessoas que a conheciam disseram que isso era algo muito sério, que deveria ser discutido com sua família, e também a alertaram de que essa cirurgia só se faz uma vez na vida, e que se um dia ela tivesse um filho que precisasse de doação, não poderia ajudá-lo. No entanto, nenhuma dessas palavras fez a babá mudar de ideia. Ela estava resolvida a salvar a vida de Talia.

A cirurgia de Talia durou cerca de 14 horas e foi realizada no Hospital da Universidade da Pensilvânia. Tudo correu bem, e hoje, pouco mais de 2 anos depois da cirurgia, a menina está ótima e continua muito próxima da babá, que se tornou sua grande amiga e heroína.

Sobre realizar a cirurgia, Kiersten afirma que não foi nada impossível:

“É um sacrifício tão pequeno quando se pensa que está salvando uma vida. Alguns médicos diziam que ela possivelmente não chegaria aos dois anos de idade. Tudo o que eu precisei fazer foi passar uma semana num hospital e ganhar uma cicatriz de 12 centímetros.”

Uma grande atitude, originada por um sentimento de amor e humanidade. Kiersten demonstrou ser, além de uma ótima babá, um ser humano lindo e com uma alma muito pura!

Toda gratidão e luz do mundo para ela e também à Talia!


Direitos autorais da imagem de capa: Reprodução / Instagram.



Deixe seu comentário