Notícias

BBB 22: Naiara Azevedo tem dívida de mais de R$ 1 milhão com banco

BBB 22 Naiara azevedo

Naiara Azevedo entrou para o “BBB 22” (Globo) com uma dívida que gastaria boa parte do prêmio final do reality, de R$ 1,5 milhão. Splash apurou que a sertaneja vem sendo cobrada na Justiça pelo Banco do Brasil em uma ação que ultrapassa R$ 1 milhão.

A ação, com início em abril de 2021, trata-se de um pedido de execução extrajudicial contra Naiara Azevedo. A cantora emitiu uma Cédula de Crédito Bancário no valor de R$ 864 mil para pagar um saldo devedor de R$ 739 mil. O crédito deveria ser pago em 95 prestações, no valor de R$ 18,800, com vencimento final em 20 de maio de 2028.

No entanto, de acordo com o processo, Naiara não pagou as prestações. No dia 20 de dezembro de 2021 ela devia o valor de R$ 1.003.732,33 (um milhão, três mil setecentos e trinta e dois reais e trinta e três centavos). Além do valor da dívida, o processo pede que Naiara pague os honorários advocatícios – 10% sobre o valor do débito.

Naiara, assim citada, teria 15 dias para contestar a dívida e apresentar impugnação da cobrança feita pelo banco, correndo o risco de ter bens penhorados. O TJ-PR afirmou ainda que ela pode parcelar em seis vezes caso pague pelo menos 30% da dívida.

A equipe de Naiara Azevedo foi procurada para se manifestar sobre o processo movido pelo Banco do Brasil e enviou a seguinte nota:

“Em atenção a este processo em trâmite na 4ª Vara Cível da Comarca de Londrina, Estado do Paraná, movido pelo Banco do Brasil, informamos que até o presente a Naiara Azevedo não foi citada, desconhecendo portanto o conteúdo de referida demanda. Dessa forma, assim que seja formalmente citada, adotará todas as medidas legais e pertinentes.

Também procurado, o Banco do Brasil, por meio de seus advogados, decidiu não se manifestar sobre o processo. “Em razão da ética e sigilo profissionais, não podemos fornecer quaisquer informações ou confirmações sobre processos envolvendo nossos clientes”, informou o escritório de advocacia responsável.

0 %