beijo

Beijo é bom e eu adoro! (Só eu, né? Diferentona!).



Sou fã de um bom beijo, adoro beijar e ser beijada.

Beijo tem a ver com conquista, horas sim, horas não. Tem horas que nós só queremos é beijar.

Beijar sem compromisso, beijar porque emagrece, beijar porque é uma delícia e não gasta.


Um beijo bem dado-encaixado-grudado nos faz ver e sentir estrelas, nos transporta para outro

lugar.

Beijo é mais que arco-íris, mais que brigadeiro, beijo é um carinho dado e compartilhado. Beijo

é o caminho do pecado. Mas é muito melhor que tudo isso, pois, ao contrário do arco-íris não


precisa chover pra beijar (se bem que beijar na chuva é uma delícia ), do brigadeiro que

engorda e o beijo não, sem falar que é um pecado aceitável.

Beijo é sintonia, é um exercício, é paixão momentânea. Beijo é uma das melhores invenções.

Beijo roubado, beijo dado, apaixonado, com tesão, com halls, com amor. Com mãos, com


puxão de cabelo, respiração ofegante, emoção a flor da pele, pernas bambas e aquela

confusão.

E vamos beijando um, outro, até que encontre um beijo que vicie aos dois. E não se tenha mais

vontade de outros lábios,  a não ser daquele que faz com que seus dias sejam mais doces a


cada beijo, a cada olhar, a cada toque. Onde o beijo vire um conjunto, e se torne uma obra_ a

melhor de todas.

Mas enquanto isso não nos acontece, vamos beijando, salivando, até um dia encontrarmos o

beijo mais completo e nada vazio.


Equilíbrio, amor, fé e universo

Artigo Anterior

Evite discussões que destroem!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.