4min. de leitura

Bilionário turco vai doar metade de sua fortuna para ajudar refugiados

Bilionário turco deseja ajudar refugiados no mundo todo e espera que todos conheçam a realidade dessas pessoas e façam algo para ajudá-las, ainda que com gestos pequenos.


A questão dos refugiados é muito séria. Conforme divulgado pela ONU, no início deste ano, mais de 70 milhões de pessoas viviam fora de seus países pelos mais diversos motivos: guerra, violação dos direitos humanos, perseguição, entre outros. E quanto mais essa realidade fica aparente para o mundo inteiro, mais se percebe que, na grande maioria dos países, não existe uma política bem definida sobre imigração, assim, muitas vezes, a maior ajuda vem da própria população que, em atos pequenos ou grandes, ajuda os refugiados a recomeçarem a vida.

Felizmente, pessoas influentes e ricas também se engajam em iniciativas com o objetivo de ajudar pessoas em situação difícil, como um dos empresários mais ricos do mundo, que está chamando a atenção do mundo para a realidade dos refugiados. Hamdi Ulukaya, fundador e CEO da Chobani, marca líder no mercado de iogurte grego nos Estados Unidos, disse que se juntará a algumas das pessoas mais ricas do planeta para ajudar os refugiados. Ele comprometeu-se a doar pelo menos metade de sua riqueza, estimada em US$ 1,41 bilhão, para essa causa.

O compromisso de Ulukaya foi estabelecido por meio da iniciativa The Giving Pledge, criada pelo CEO da Berkshire Hathaway, Warren Buffett, e pelo fundador da Microsoft, Bill Gates.

A iniciativa pede que os bilionários doem metade de sua riqueza para contribuir com aqueles que precisam, seja durante a vida ou depois da morte. O grupo esclarece que essa promessa é um “compromisso moral”, não um contrato legal. O objetivo é tornar a filantropia algo presente na sociedade.


Ulukaya revelou, em entrevista, que deseja ajudar refugiados no mundo todo e espera que todos conheçam a realidade dessas pessoas e façam algo para ajudá-las, ainda que com gestos pequenos.

O empresário conta que se interessou pelo The Giving Pledge pela oportunidade de estar perto de outros filantropos e compartilhar conhecimentos. O grupo afirma que famosos, como Elon Musk, Mark Zuckerberg e T. Boone Pickens, também assumiram o compromisso.

A realidade de vida em nosso mundo é muito desigual, e é sempre muito bom quando percebemos que aqueles que têm muito mais do que precisam estão dispostos a ajudar os que não têm nada para sobreviver.


Esperamos que esse tipo de atitude seja muito mais popular em nossa sociedade, não apenas entre os famosos e ricos, mas entre todos nós, porque não importa a nossa realidade, sempre podemos fazer o mínimo para facilitar a jornada de alguém.

Compartilhe este exemplo com outras pessoas por meio das redes sociais!

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa: divulgação.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.