Bloquear da rede social não é imaturidade, é necessidade!

Bloqueie sem dó. Bloqueie do WhatsApp, Instagram, Facebook, bloqueie o telefone, apague a agenda, suma da rede social, se for preciso. Evite sofrimento, seja inteligente!

Receitas para superar um término existem para todo lado que você procura. É o conselho da amiga, são os textos de autoajuda, vídeos…



Todo mundo tem algo pronto para lhe ensinar esquecer aquele que fez você chorar.

De todas as receitas que eu experimentei, a que eu sigo à risca e acredito fortemente fazer sucesso, é bloquear das redes sociais.

Tenho amigas e amigos que gostam de sofrer. Eles terminam um relacionamento e ficam fuçando a vida do outro. Viram detetives de plantão, sabem que foto o outro curtiu, quantos amigos começou a seguir, conseguem descobrir para qual “night” o outro foi, investigam tanto que o F.B.I está desperdiçando talentos.


Isso é muito sofrimento, gente! Procurar esse tipo de coisa é pedir para chorar até ficar sem fôlego.

É cutucar uma ferida que naturalmente levará meses para cicatrizar. É chutar cachorro morto, no caso, você é o cachorro.

Terminou? Bloqueie sem dó. Bloqueia do WhatsApp, Instagram, Facebook, bloqueia telefone, apaga a agenda, some da rede social se for preciso. Evite sofrimento, seja inteligente. Qual a necessidade de se martirizar tanto?

Ninguém deveria gostar de sofrer! É muito crueldade consigo mesmo!


Desapareça! O que tiver de ser seu será. Não adianta controlar os passos do outro, isso só afasta mais e traz muita dor. Seja cuidadoso consigo, ame-se. Não queira você mesmo acabar com o seu psicológico.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf /  lightfieldstudios

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.