Pessoas inspiradoras

Brasileiro que entrou na faculdade aos 14 anos forma-se em Medicina e quer lutar contra a covid-19

2 capa Brasileiro que entrou na faculdade aos 14 anos se forma em medicina e quer lutar contra Covid 19

José se formou no dia 11 de maio, aos 20 anos, e pretende atuar na linha de frente imediatamente, mostrando seu compromisso com a profissão e a população.



A pandemia do novo coronavírus ainda tem causado grande impacto no mundo todo. O Brasil é um dos países que, constantemente, aparece nos noticiários estrangeiros por conta principalmente da quantidade de novos casos e mortes.

De acordo com o Centro de Ciência e Engenharia de Sistemas (CSSE) da Universidade John Hopkins, o país atingiu 430 mil mortes e mais de 15 milhões e 400 mil casos desde o início da pandemia.

No total de mortes, o Brasil está em segundo lugar, atrás apenas dos Estados Unidos, que passou de 580 mil óbitos. Por milhão de habitantes, o nosso país tem mais de 2 mil mortes, ocupando o nono lugar no ranking de mortes, na frente dos Estados Unidos, que ocupa a 14ª posição.


Os dados podem ser, em alguns momentos, um pouco confusos, mas revelam que o território brasileiro enfrenta graves problemas para conter o vírus, vitimando cada vez mais pessoas.

E, para enfrentar essa guerra contra esse inimigo invisível, a classe médica nacional conta com o jovem José Victor Teles, de apenas 20 anos, que acabou de terminar sua graduação em Medicina pela Universidade Federal do Sergipe (UFS).

O rapaz ingressou na faculdade com apenas 14 anos, e surpreendeu a todos ao se mostrar completamente focado em atuar na linha de frente contra o novo coronavírus, mostrando seu compromisso com a profissão que escolheu seguir.

Segundo reportagem do Diário do Nordeste, quando perguntaram a José se ele faria alguma especialização, ele prontamente respondeu que, no momento, a única especialidade de que o país precisa é de médicos combatentes para enfrentar a pandemia. Ele ainda diz que, em breve, caso Deus permita, todos poderemos seguir com nossas vidas normalmente.


2 2 Brasileiro que entrou na faculdade aos 14 anos se forma em medicina e quer lutar contra Covid 19

Direitos autorais: reprodução/TV Sergipe.

O Ministério da Educação (MEC) adiantou a formatura de cursos da área da saúde, antecipando a colação de grau, caso os alunos tivessem cumprido 75% da carga horária prevista para o internato médico ou estágio supervisionado. José foi um dos 29 alunos da UFS contemplados com essa portaria da Educação.

José ainda estava no primeiro ano do ensino médio quando garantiu sua vaga no curso de  Medicina, com 751,16 pontos, no Enem, e 960 pontos na redação.

Ele precisou recorrer à Justiça de Sergipe para garantir sua matrícula, e o juiz Alberto Romeu Gouveia Leite pediu que o jovem fizesse uma prova de proficiência da Secretaria de Estado da Educação (Seed). Foi aprovado, o que garantiu que recebesse o diploma de conclusão do ensino médio, liberando-o para a faculdade.


O recém-formado acredita que ele e seus colegas têm plena capacidade de lidar com os enfermos, tudo com base na ciência. Ele ainda afirma que os médicos são bem preparados e vão combater o vírus com a juventude, eficiência e uma medicina baseada em evidências.

Que história!

Comente abaixo o que achou e compartilhe este texto nas suas redes sociais!


Mãe se enfurece ao encontrar foto do filho em página chamada “bebês feios” e faz perfil sair do ar!

Artigo Anterior

“Saco cheio das suas perguntas.” Professor destrata aluna e a faz chorar durante aula on-line

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.