Pessoas inspiradoras

Brasileiro que estudou nos EUA após doações foi premiado como um dos maiores inovadores do mundo!

Este brasileiro usou muito bem a doação para os seus estudos e hoje tem uma carreira brilhante. Confira!



O nosso sucesso na vida depende muito da maneira como aproveitamos as oportunidades que nos são oferecidas ao longo do caminho. Nesse sentido, o paulistano Lawrence Lin Murata é um grande exemplo.

Com apenas 18 anos, ele foi aprovado na Universidade Stanford e recebeu R$ 80 mil de um empresário para se manter nos Estados Unidos. Lawrence aproveitou o tempo na faculdade da melhor maneira possível, indo além das aulas.

Segundo matéria do Pequenas Empresas & Grandes Negócios, o jovem brasileiro fez muitos cursos extracurriculares e chegou a estagiar nas empresas Apple e Microsoft. Ele também criou o projeto CS+Social Good, que usava a ciência da computação para aumentar o impacto de empreendedores sociais.


Direitos autorais: arquivo pessoal.

Entre as atividades do projeto, estava o mapeamento de fontes de água potável na Índia para que as pessoas as encontrassem com mais facilidade. Além disso, o brasileiro criou um projeto que distribuía remédios que não eram usados em hospitais americanos para a população.

Por causa do projeto, ele ganhou o prêmio Impact Award, oferecido pela Universidade Stanford a iniciativas notáveis. Com o tempo, Lawrence virou professor na instituição, no curso de ciência da computação. Com o diploma na mão, o brasileiro decidiu que já era o momento de iniciar sua carreira no empreendedorismo.

Lawrence criou uma assistente virtual que se conectava ao corpo do usuário e se integrava a plataformas de e-commerce, música e delivery de comida. Depois, criou outra assistente, que automatizava “mecânicos”, como e-mails. Para esse projeto, ele usou sua experiência na Apple, em que implementou muitos desses conceitos na Siri, a assistente dos iPhones.


Direitos autorais: reprodução Facebook/Lawrence Lin Murata.

O brasileiro também criou o OneTune.fm, um serviço de streaming de música que reunia artistas independentes, que não exibem suas canções em outras plataformas. Longe de parar, Lawrence ainda criou uma empresa chamada Newton Technologies, que desenvolve tecnologias para ajudar reduzir o número de mortes no trânsito, além de outros projetos.

Interessado em ideias e tecnologias que melhorem a vida das pessoas, Lawrence, atualmente com 26 anos, está focado no Y Combinator, uma empresa que financia e ajuda startups em estágio inicial a conseguir boa posição no mercado.

Com tantos projetos interessantes, o brasileiro não demorou a ser reconhecido e, em 2018, foi premiado como um dos principais inovadores do mundo com menos de 35 anos, no prêmio anual Innovators Under 35, da revista MIT Technology Review, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (EUA). Lawrence é uma grande inspiração para os jovens do nosso país. Desejamos que ele continue alcançando grandes coisas!


Morador de rua sorri para o seu cãozinho após abrigo os acolherem em noite fria

Artigo Anterior

Em dia de chuva, mulher desceu do carro e agasalhou sem-teto que passava frio

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.