Pesquisas

Britânicos começam testes com vacina spray contra a covid-19

139454935 s

Uma vacina de spray nasal covid-19 que usa uma forma enfraquecida do vírus será testada em quase 50 britânicos no próximo mês.



A empresa Codagenix, sediada em Nova York, disse que os estudos em humanos de sua vacina experimental, COVI-VAC, começarão com 48 pessoas em Londres na primeira semana de janeiro.

A Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde (MHRA) do Reino Unido deu sinal verde aos testes após dados de segurança positivos em estudos com animais.

COVI-VAC é um tipo de vacina viva atenuada, o que significa que os pesquisadores obterão uma versão geneticamente modificada de Covid que é mais fraca do que a real, mas ainda infecciosa.


Vacinas vivas atenuadas – como a vacina MMR – funcionam estimulando o sistema imunológico da mesma forma que uma doença real, mas com vírus incapazes de causar doenças graves.

A vacina da Codagenix é administrada por spray nasal, da mesma forma que a vacina contra a gripe é administrada a crianças.

A COVI-VAC não precisará de agulha e seringa ou armazenamento especial, segundo as empresas.

Ao contrário de outras vacinas que precisam ser mantidas em temperaturas ultrabaixas, incluindo a da Pfizer.


Vírus enfraquecido

A empresa desenvolveu o vírus mais fraco alterando seu código genético usando um programa de computador para que se pareça exatamente com o vírus selvagem.

Normalmente, o coronavírus usa seções de genes fáceis de decodificar que permitem sequestrar células vivas e usá-las para se multiplicar. O vírus modificado, no entanto, leva muito mais tempo para atingir o mesmo resultado.

Isso significa que ele não pode ter uma vantagem sobre o sistema imunológico e o corpo deve ser capaz de destruí-lo – e formar uma memória de como destruí-lo – antes que ele possa causar doenças.


Presidente do Chile é multado em R$ 17 mil por andar sem máscara em praia

Artigo Anterior

Por dez votos a um, STF autoriza medidas restritivas para quem não se vacinar contra covid-19

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.